publicidade
08/02/19
Elenco de Cicatriz. Foto: Toni Rodrigues/Divulgação
Elenco de Cicatriz. Foto: Toni Rodrigues/Divulgação

Espetáculo recifense expõe feridas da comunidade LBGTQ+

Publicado por Igor Guaraná em Artes às 15:14

Cicatriz, espetáculo recifense que fará sua estreia no Teatro Barreto Junior neste fim de semana, traz personagens reais e fictícios que expõem histórias de feridas provocadas por traumas, opressões, abusos e descriminações sofridas contra a comunidade LGBTQ+ em diferentes épocas, contextos e camadas sociais. O texto é uma criação coletiva do diretor Antônio Rodrigues e os 11 atores presentes no elenco, trazendo fatos reais, vivências pessoas e livre inspiração em trechos do escritor e dramaturgo Caio Fernando Abreu.

LEIA MAIS: Abertura do Carnaval do Recife terá espetáculo de dança

“Em pleno século 21, ainda há pessoas que acham que LGBTfobia não existe, quando há gays, lésbicas e transexuais sendo agredidos física e psicologicamente apenas por serem quem são”, diz o diretor. Para ele, a trama é um grito de protesto e empoderamento da comunidade, com o objetivo de gerar reflexão sobre o lugar dos LGBTQ+ na sociedade contemporânea. Os ingressos custam R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia) e estão à venda na bilheteria do teatro, duas horas antes do espetáculo. No sábado, dia 9, a peça será apresentada às 20h. No domingo, dia 10, um pouco mais cedo, às 19h.

 



FECHAR