Marina Abramovic é agredida com tela na Itália

Marina Abramovic é agredida com tela na Itália

Marina Abramovic (Imagem: Reprodução)

Publicado em Famosos 24/09/2018 às 8:09

Aos 71 anos Marina Abramovic foi atingida novamente pela arte. Mas não no sentido figurado, visto que faz sucesso com suas performances desde os anos 70. Desta vez, se trata de uma agressão feita pelo também artista Vaclav Pisvejc. O tcheco utilizou um retrato que pintou da colega de profissão para atingi-la.

Como o objeto era leve, ela não se feriu. Marina visitava a mostra The cleaner, realizada nesse domingo (23) no Palazzo Strozzi, em Florença. Se tratava de uma retrospectiva da carreira da eslava.

LEIA TAMBÉM > Anitta adere à hashtag #EleNão e desafia Ivete Sangalo, Claudia Leitte e Preta Gil

Testemunhas falaram ao jornal Firenze Today que, no momento da agressão, pensaram que se tratava de uma performance: “Eu pensei que era uma arte de performance programada. Um artista quebrou uma pintura, um retrato de Abramovic, sobre ela Então ele atirou-se ao chão imóvel. Não ouvi se antes de acertar ele disse alguma coisa”.

As fontes do jornal italiano ainda contam que, após o ocorrido, Marina Abramovic foi levada para um bar próximo. Quando tudo se acalmou, ela teria perguntado para seu agressor o porquê da do ato. Vaclav Pisvejc teria respondido: “Queria apenas mostra a minha arte”.

O diretor do Palazzo Strozzi, Arturo Galansino, publicou uma foto ao lado da artista para comunicar que estava tudo bem:

[instagram BoEhFnti7CD]

Antecedentes

Segundo o jornal O Globo, Vaclav Pisvejc demonstra ser um nome conhecido pela região. Há seis anos, teria atidado dólares falsos no Monastério de Santa Úrsula, conhecido convento da região da Toscana. Em 2015, deitou-se nu em uma praça da cidade. No ano passado, o tcheco ainda teria pintado de laranja uma escultura na Piazza Signoria.

Compartilhe
Publicado por
Victor Augusto

Comentários
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com