publicidade
14/09/18
Dua Lipa (Imagem: Reprodução / Instagram)
Dua Lipa (Imagem: Reprodução / Instagram)

Dua Lipa lamenta agressões contra fãs que portavam bandeira LGBTQ+ em apresentação na China

Publicado por Victor Augusto em Vídeos às 12:16

Era noite de quarta-feira (12) em Xangai quando um grupo foi arrastado para fora de um show de Dua Lipa por levantar bandeiras LGBTQ+. A homofobia travestida de guardas ignorou a condição humana dessas pessoas, utilizando a força para repreender o ato de resistência na apresentação musical.

Fora do concerto, os agentes foram flagrados agredindo uma pessoa. Desde 1997 que a homossexualidade deixou de ser crime ou considerada doença mental no país. Apesar disso, “propaganda LGBTQ+” continua sendo ilegal e denúncias de violações de direitos humanos são recorrentes na China. A cantora se pronunciou nas rede sociais. Vídeos das agressões se espalham pelo Twitter.

LEIA TAMBÉM > Vera Fischer rebate internauta Twitter: “Viva e linda”

“Noite passada eu fiz pelos meu fãs. Eu prometi um show. Eu resisti por eles, cantei com eles e dancei com eles. Eu lutarei por todos vocês, pelos seu amor e crenças. Eu estou orgulhosa e grata por vocês terem se sentido seguras o suficiente para mostrar seu orgulho no meus show. O que vocês fizeram demanda muita bravura. Eu sempre quero que minha música traga força, esperança e união. Eu fiquei horrorizada pelo o que aconteceu e eu envio meu amor para todos os fãs envolvidos. Eu amaria retornar pelos meus fãs no tempo certo e espero ver um local cheio de arco-íris. Eu amo você, Xangai”.

Dua Lipa

No palco, Dua Lipa chegou a chorar ao presenciar a situação. Nas redes sociais, internautas se revoltaram com o episódio acontecido no show e com a difícil situação que o público LGBTQ+ enfrenta no país.

 



FECHAR