O Villa Mix não decepcionou e agitou o Recife

O Villa Mix não decepcionou e agitou o Recife

Luan santana foi uma das atrações do Villa Mix

Publicado em Notas 12/08/2018 às 11:03

Por Leonardo Vasconcelos
lsvasconcelos@jc.com.br

O Villa Mix mais uma vez não decepcionou. O público pernambucano amante do sertanejo novamente teve uma prova de porque o evento é considerado um dos maiores festivais do gênero do Brasil. Em sua quinta edição no Recife, a festa reuniu, no sábado (11), um público estimado em 20 mil pessoas na área externa do Classic Hall, que ficou pequena para tantos fãs.

Com o tema “Música é Mix” o Villa Mix trouxe um verdadeiro mix de atrações, não só de sertanejo com os anfitriões Jorge e Mateus, os badalados Matheus e Kauan e o cultuado Luan Santana. Também teve espaço para o forró de Xand Avião e Jonas Esticado, além do DJ Alok e MC Kevinho.

O palco, que já é uma marca registrada em termos de tecnologia e efeitos visuais, chamou a atenção (apesar de não ter sido o original de Goiânia), assim como a estrutura do evento como um todo que acomodou um público enorme em quatro áreas. Nas que disponibilizaram open bar o serviço funcionou bem pelo que se viu. O detalhe ficou pela quantidade de sanitários disponibilizados que poderia ter sido maior levando em conta o grande porte da festa.

Jonas Esticado

Quem abriu o Villa Mix no fim da tarde foi Jonas Esticado que deu as boas vindas com seus sucessos de forró como “Com amor não se brinca”. Depois, foi a vez de Luan Santana que trouxe canções da sua nova turnê como “2050″, além das já famosas “Acordando o prédio”, “Dia, lugar e hora” e destaque para a “MC Lençol e DJ Travesseiro”.

[facebookvideo https://instagram.frec3-1.fna.fbcdn.net/vp/50457c9aaf2cde0a15cab0290fa5908d/5C130F37/t51.2885-15/e35/38775694_1147805605360858_6437062830217756672_n.jpg]

“A gente colocou nas rádios tem um mês mais ou menos e já está nas primeiras colocações. Fico muito feliz. É um clipe que eu gravei com a Tata Werneck e é uma música bem diferente de tudo o que eu já gravei, com uma pegada meio de arrocha”, afirmou Luan.

Alok

Em seguida foi a vez da música eletrônica a cargo do DJ Alok, um dos maiores do Brasil na atualidade. Por volta das 21h30, os “donos da festa” Jorge e Mateus subiram ao palco e apresentaram dezenas de sucessos consagrados em seus já 13 anos de carreira. Além das músicas pra lá de conhecidas, a dupla tocou várias do novo DVD “Terra sem CEP”, que já são grandes hits como “Propaganda”, uma das mais esperadas. Mais uma vez eles mostraram o carinho com Pernambuco ao usarem enrolado ao coro uma bandeira do Estado.

Na sequência veio Xand Avião, velho conhecido dos pernambucanos, que fez todos forrozarem com inúmeros sucessos conquistados da época do Aviões do Forró. O carismático cantor mostrou suas novas canções já emplacadas como “Inquilina” e “Uber”. Depois foi a vez de Matheus e Kauan, que explodiram ainda mais com o hit “O nosso santo bateu”. Além deste sucesso, os irmãos tocaram outros como “Te assumi pro Brasil” e “Ao vivo e a cores”.

O evento acabou com uma das mais novas estreças do funk, MC Kevinho, que fez os resistentes gastarem as últimas energias com “Olha a explosão”, “Encaixa” e “TaTumTum”.

Compartilhe
Publicado por
Anneliese Pires

Comentários
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com