Recife ganha spa especializado no tratamento dos cabelos e couro cabeludo

Recife ganha spa especializado no tratamento dos cabelos e couro cabeludo

SPA DE TRATAMENTO Tatiana Shibuya entre Lilia e Ju Santos, durante palestra sobre o poder das plantas, no restaurante IT. Fotos: Dayvison Nunes / JC Imagem

Publicado em Notas 8/08/2018 às 5:35

Presente no Brasil há dois anos, a Phyto Paris abriu seu primeiro spa no Nordeste, nesta quarta-feira (08), na loja Dona Santa. A marca francesa de produtos botânicos, fundada há 51 anos pelo cabeleireiro Patrick Alès, já possui unidades em São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba. A CEO da marca, Tatiana Shybuia, foi recepcionada por Lilia e Juliana Santos para um almoço com convidadas no restaurante It.

 

Além de toda a linha da marca, composta por mais de 50 produtos diferentes, e espaço possui equipamentos de ponta para identificar e tratar problemas capilares. O couro cabeludo é o foco principal dos tratamentos. “A maioria dos problemas de cabelos está no couro cabeludo. As pessoas costumam cuidar apenas dos fios, mas é preciso tratar todo o ecossistema capilar”, explica a diretora de educação e comunicação científica da Phyto, Leticia Roselli Stables.

 

Leticia Roselli, Juliana Santos e Tatiana Shybuia

 

Na chegada ao spa, o cliente passa por uma anamnese quando conta para o profissional responsável seus hábitos, cuidados e preocupações referentes aos cabelos. Vale salientar que o atendimento não é feito por um cabeleireiro, e sim por um especialista em tratamento do couro cabeludo. Na consulta, é utilizado um dermatoscópio, equipamento capaz e aumentar a imagem da pele do couro e dos fios em 300 vezes. “Com ele nós conseguimos enxergar até a rede vascular do couro cabeludo e identificar infecções”, conta Letícia.

 

 

A partir daí é feito um tratamento personalizado. Há disponíveis opções de rituais para tratar queda de cabelo, caspas e descamações, para desintoxicação do couro cabeludo e para fios danificados. Junto à gama de produtos, feitos com mais de 500 ingredientes advindos de plantas, os tratamentos também utilizam reflexologia (uma massagem no couro), fototerapia com laser de baixa frequência; vapor de ozônio, que é bactericida e fungicida; e eletroterapia que ativa a circulação sanguínea.  “Conseguimos, assim, associar benefícios cosméticos e dermatológicos, sem deixar resíduos no couro cabeludo e prezando pela pureza das matérias-primas”, conta a diretora.

 

Compartilhe
Publicado por
Anneliese Pires

Comentários
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com