Em novo processo, Johnny Depp acusa Amber Heard de agressão

Em novo processo, Johnny Depp acusa Amber Heard de agressão
Publicado em Famosos 2/08/2018 às 9:36

Em um novo processo na justiça, é Johnny Depp quem acusa Amber Heard de agressão. A suposta inversão de papéis foi noticiada pelo site da revista People, o qual alega ter tido acesso aos documentos do processo. As agressões teriam acontecido enquanto ainda eram casados. Além disso, o ator se defendeu das acusações de agressão movidas pela sua ex-mulher. A atriz alega que ele jogou um iPhone no seu rosto.


LEIA TAMBÉM: Homem-Aranha: Sony confirma título da sequência do aracnídeo


Noite de aniversário

Segundo a People, Johnny Depp alega que Amber Heard o agrediu após ele ter chegado duas horas atrasado para o jantar de comemoração do 30º aniversário da sua então esposa, que aconteceu no 21 de abril de 2016. Ao chegar, o ator percebeu que ela estava fria. Após os convidados saírem, a atriz teria começado a criticá-lo.

Nos papéis, Depp afirma que não estava bêbado ou drogado. Enquanto estava lendo, Amber – que estaria bêbada – teria dado dois socos no seu rosto. Para se defender, ele conta que segurou os braços dela e ordenou que parasse.

Resposta de Amber Heard

Ainda na publicação da People, um advogado de Amber Heard responde as acusações de Johnny Depp: “Essas alegações são totalmente falsas. Só seria necessário ler a matéria recente da Rolling Stone sobre o senhor Depp para entender seu estado mental. Ele está sendo processado em vários locais, inclusive por um gerente de locação do set de City of Lies. Em várias ocasiões, testemunhas observaram a extensão do abuso que o Sr. Depp infligiu à Sra. Heard.”

Imagem relacionada

O processo ao qual o advogado de Amber Heard se refere é o movido por Gregg Brooks, contratado como gerente de locação para o novo filme estrelado pro Depp, City of Lies. A agressão teria ocorrido em 2017, quando Brooks teria avisado ao ator que ele só teria mais um shot. Irritado, ele teria seguido o membro da equipe e dado dois socos nas suas costelas.

Arremesso de iPhone

Além das acusações de agressão, a People conta que Johnny Depp também deu sua versão sobre a noite de 21 de maio de 2016. Amber Heard alega que, nessa noite, seu então marido teria arremessado um iPhone no seu rosto. Ele teria negado, afirmando que “jogou o telefone no sofá, que cruzou o quarto longe da Sr. Heard. O telefone não atingiu a Sr. Heard no rosto ou em qualquer outro local”.

Além disso, os documentos de Johnny Depp estariam alegando que a polícia não viu qualquer ferimento, contusão ou inchaço que poderiam ter sido causados pela suposta agressão. Os advogados do ator teriam inserido dois depoimentos de policiais no processo.

Compartilhe
Publicado por
Victor Augusto

Comentários
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com