André Luiz Miranda relata episódio de racismo contra sua filha de 2 anos

André Luiz Miranda relata episódio de racismo contra sua filha de 2 anos

André Luiz Miranda com a filha e esposa (Imagem: Reprodução)

Publicado em Famosos 28/07/2018 às 11:19

André Luiz Miranda viu e ouviu o racismo falar através de uma criança de quatro anos. O ator de malhação usou seu Instagram para contar um episódio racista enfrentado por ele e sua filha de dois anos, que brincavam no parque do prédio onde moram. Na publicação, feita na última quarta-feira (Dia Internacional da Mulher Negra), ele narrou a rejeição da pequena diante de uma criança branca, que não queria brincar com sua filha por causa da cor da sua pele e estilo do seu cabelo.


LEIA TAMBÉM: Monique Evans desabafa nas redes: “Palavras matam”


[instagram Blq3aGdhe4T]

 

Depois de muito tempo consegui chegar cedo do trabalho e resolvi descer e brincar com a minha filha (2 anos) no parquinho do prédio.

Nós divertimos muito , ficamos horas brincando , até que em um momento ela me abandonou porque enxergou uma amiga, de mais ou menos 4 anos acompanhada do irmão (14) .

Logo notei uma coisa diferente no comportamento dessa criança. Sempre fugindo da minha filha, sem emitir um som sequer e minha filha querendo muito a atenção dessa amiga. O irmão desse menina foi jogar bola no campo ao lado e então éramos só nós 3 nesse parquinho. Minha filha o tempo todo querendo brincar e sempre rejeitada.

Em um dado momento uma 3ª criança apareceu e logo o comportamento da menina mudou. Abriu um sorrisão, correu pra abraçar, chamou pra brincar e minha filha ali, isolada.

Vendo a tristeza da minha filha, me abaixei e perguntei porque ela não queria brincar com a minha filha, eis que a criança de 4 anos respondeu: “Pessoas do cabelo assim e com essa cor eu não gosto . Eu só brinco com pessoas brancas”. Perguntei se era da cabeça dela ou se alguém já falou isso pra ela e ela me respondeu que era da cabeça dela. Nessa hora a minha perna ficou bamba , um aperto no coração e uma vontade de chorar ouvindo essas palavras saírem da boca de uma criança de 4 anos. O racismo é estrutural e reproduzido pelas crianças de forma assustadora.

Mesmo não tendo consciência do conceito de raça, essa criança aprendeu alguns aspectos que estão na nossa sociedade. O cabelo, a cor da pele, são características determinantes da diferença racial e isso motiva essas ações. Mas eu não posso fraquejar, isso me deixou mais forte pra poder lutar pelos meus, lutar por ela.

André Luiz Miranda no Dia Internacional da Mulher Negra

 

 

Compartilhe
Publicado por
Victor Augusto

Comentários
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com