Ariano Suassuna vai ser verde-e-rosa no Carnaval carioca

Ariano Suassuna vai ser verde-e-rosa no Carnaval carioca

Foto: Reprodução

Publicado em Notas 15/07/2018 às 8:32

Seguindo a tradição, a cultura nordestina é novamente pauta das escolas de samba do Carnaval carioca. Para os desfiles de 2019, as histórias contadas por Ariano Suassuna sobre o passado do País são citadas, entre outras, no enredo da Mangueira (“Histórias pra ninar gente grande”), que tratará do lado b da história do Brasil através de personagens que não figuram na historiografia oficial. A “Roliúde” do autor, além dos personagens João Grilo e Chicó, são citadas na sinopse do carnavalesco Leandro Vieira.

Além da citação da obra de Suassuna, o estado do Ceará estrelará como pano de fundo de dois desfiles no grupo especial. A Paraíso do Tuiuti, badalada vice-campeã de 2018 com enredo sobre a escravidão, continuará politizando: “O salvador da pátria” contará a história de um bode que foi eleito vereador no interior do Ceará. Já a União da Ilha homenageará o estado nordestino por meio das obras de dois escritores locais: Rachel de Queiroz e José de Alencar.

Compartilhe
Publicado por
Mirella Martins

Comentários
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com