publicidade
10/07/18
Nego do Borel em Me Solta (Imagem: Reprodução)
Nego do Borel em Me Solta (Imagem: Reprodução)

“Me Solta” | Entenda o porquê de o clipe de Nego do Borel não ter agradado a comunidade LGBTQ+

Publicado por Victor Augusto em LGBT às 12:34

O clipe “Me Solta”, lançado por Nego do Borel nessa segunda-feira (9), está sendo um dos assuntos mais comentados nas redes sociais. O motivo? No seu novo trabalho, o cantor se veste de mulher e beija um modelo. O que poderia ter agradado a comunidade LGBTQ+, na verdade, acabou desagradando.


LEIA TAMBÉM: Foto de Neymar e Bruna Marquezine em Noronha está em exposição na Rússia


Antes do clipe, Bolsonaro

Uma parte da comunidade gostou de ver um homem hétero “desconstruindo” e beijando outro, como foi o caso do músico Mateus Carrilho (que já fez parceria com Pabllo Vittar). Outra parte, porém, lembrou que Nego do Borel já declarou apoio a Bolsonaro (candidato homofóbico do PSL).

Nego do Borel em foto com Jair Bolsonaro e seu filho, Flávio Bolsonaro (Imagem: Reprodução)

Nego do Borel em foto com Jair Bolsonaro e seu filho, Flávio Bolsonaro (Imagem: Reprodução)

Ou seja, o cantor não estaria apoiando a comunidade LGBTQ+, mas apenas usando-a para ganhar views. Isso nos leva ao próximo ponto.

“Pink money” e reforço de estereótipos

Uma vez que o cantor não é aliado da causa, ele teria optado pelas roupas e pelo beijo somente para faturar o famoso “pink money” (dinheiro movimentado pelo público LGBTQ+). Além disso, o YouTuber Spartakus Santiago dez uma publicação no seu Facebook afirmando que “se vestir de bicha preta e fazer mais piada ainda não é representatividade e nem empoderamento”.



FECHAR