Gilberto Gil fala sobre a morte em entrevista a Pedro Bial: “O fim da vida só há porque houve o começo dela”

Gilberto Gil fala sobre a morte em entrevista a Pedro Bial: “O fim da vida só há porque houve o começo dela”

Foto: Reprodução

Publicado em Notas 9/05/2017 às 10:08

Gilberto Gil foi o convidado do programa Conversa com Bial, de Pedro Bial, dessa segunda-feira (8). A morte foi o principal assunto da conversa e sobre isso, o cantor destacou: “Meu pai era médico, atendia muita gente doente, muita gente falecia, participei de muitos enterros. Eu tinha logo cedo uma percepção que aquilo fazia parte da vida, que o fim da vida só há porque houve o começo dela. A finitude é uma coisa que precisamos lidar”. “Não tenho medo da morte, mas sim medo de morrer”, disse o compositor de 75 anos. Após refletir na meditação, Gil concluiu que em dado momento a morte torna-se necessária na vida das pessoas.

LEIA TAMBÉM:“O povo não quer mais isso (corrupção)”, revela Cármen Lúcia em entrevista a Pedro Bial

O assunto também repercutiu nas redes sociais. “Que pessoa incrível, que paz que esse Gilberto Gil transmite”, disse um internauta. “Gilberto Gil exemplar ao falar sobre um tabu pra sociedade ocidental: a morte. Um tema que por vezes impõe muito medo”, comentou outro. “Gilberto Gil é um gênio, fantástico esse cara”, exaltou mais um. Durante o programa, Gilberto Gil também relembrou a canção feita para o seu cardiologista, que o ajudou no período em que estava internado. Camila Appel, do blog Morte Sem Tabu, também participou da conversa.

Confira:

[youtube txFVt_lV8Gw]

Compartilhe
Publicado por
Mirella Martins

Comentários
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com