Bal Masqué bombou com shows eletrizantes de Claudia Leitte e Saulo

Bal Masqué bombou com shows eletrizantes de Claudia Leitte e Saulo

Claudia Leitte foi de Cisne Negro - Fotos: Dayvison Nunes / JC Imagem

Publicado em Notas 12/02/2017 às 8:55

Com o tema “Havaí”, uma das prévias carnavalescas mais tradicionais do Recife, o Bal Masqué, chegou à sua 69ª edição, sábado (11), no Clube Internacional. Neste ano, o baile homenageou o decorador Romildo Alves, que por anos comandou a ornamentação da festa. A folia começou pouco mais de 20h30 com o Concurso de Máscaras que elegeu as três mais luxuosas da noite. Quem levou a melhor este ano foi Sandro Farias. Levou para casa o prêmio de R$ 5 mil. Pena o público ter sido tão reduzido nesse momento inicial.

Os premiados da noite - Fotos: Dayvison Nunes/JC Imagem

Os premiados da noite – Fotos: Dayvison Nunes/JC Imagem

A primeira-dama do Recife, Cristina Mello, chegou cedo para integrar a comissão julgadora do concurso. Foi, como sempre, vestida de Sarça com pinturas do artista plástico Evêncio no vestido e acessórios by Adriana Ribeiro. O prefeito Geraldo Julio chegou ao seu camarote no início dos shows, acompanhado por secretários municipais e estaduais, entre eles Felipe Carreras, Danilo Cabral e Ana Paula Vilaça. Na área destinada aos camarotes, o mais disputado – e também o maior- era o do presidente do Clube Internacional, Jorge Luiza Gil Rodrigues, que fez questão de saudar o público antes que Saulo subisse ao palco.

O presidente do Internacional, Jorge Luís Gil Rodrigues coma mulher, Tatiana

O presidente do Internacional, Jorge Luís Gil Rodrigues coma mulher, Tatiana

O baiano, aliás, entrou em cena homenageando Pernambuco, cantando frevo acompanhado pelo maestro Spok. Durante todo o seu show, fez diversas referências ao ritmo pernambucano e entoou vários sucessos do cancioneiro local. Ainda recebeu no palco a cantora Nena Queiroga que mandou “Ai que Calor” e “Energia”. Saulo incendiou o baile com repertório escolhido a dedo e um show eletrizantes. Mesclou músicas da sua carreira incluindo do seu mais novo  álbum, “O Azul e o Sol”, com clássicos do axé que faziam todo mundo sair do chão e cantar em coro. Os foliões eram só elogios à simpatia e energia do baiano no palco.

Saulo

Saulo

Enquanto isso, nos bastidores, Claudia Leitte se preparava para entrar em cena. Atendeu à imprensa um pouco antes, com a simpatia de sempre e sorriso largo no rosto. Escolheu como inspiração para o seu figurino o cisne negro do clássico O Lago dos Cisnes. “Tudo porque em “Taquitá” (seu mais novo sucesso) eu interpreto uma bailarina, e aí serei uma bailarina mais chique hoje. Eu amo me fantasiar”, contou. E foi com esse hit que ela abriu o show da noite emendando logo com outro grande sucesso seu: “Extravaza”.

Dayvison Nunes / JC Imagem Data: 11-02-2017 Assunto: SOCIEDADE - Bal Masqué 2017, Com Shows de Saulo e Cláudia Leitte.

Cláudia Leitte

A produção de palco, como tem acontecido todos os anos, estava impecável. Ponto para Manuka Furtado e Bruno Rego, a dupla que organiza os shows do baile. Luz, som, troca de palco, tudo aconteceu maravilhosamente bem.

 

 

 

Compartilhe
Publicado por
Anneliese Pires

Comentários
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com