Dr Rey afirma que será candidato à presidência em 2018: “Quero tirar o Brasil da miséria”

Dr Rey afirma que será candidato à presidência em 2018: “Quero tirar o Brasil da miséria”

Foto: Reprodução

Publicado em Notas 6/12/2016 às 10:00

As eleições de 2018 prometem! Além de Roberto Justos, outro artista pretende entrar na disputa pelo cargo mais importante do país. Trata-se do cirurgião plástico Dr Rey. Durante uma noite de autógrafos da sua autobiografia, ele confirmou que pretende entrar na disputa e que ainda afirmou: “Vou tirar o Brasil da miséria”.

“O comunismo não funciona no Brasil. Ele remove a motivação da pessoa. Se o comunismo é tão bom, por que o Brasil tem tanta miséria? Nos EUA não tem diferença entre o rico e o pobre. Vamos valorizar o indivíduo, baixar os impostos e criar o maior ambiente corporativo do mundo. Vou dar esperança para essa geração”, disse Reu, que pretende se candidata pelo Partido das Mulheres (PMB).

Roberto Justus pode se candidatar à Presidência da República pelo PMDB, diz colunista

“Eu entrei numa igreja americana e o pastor veio em minha direção e perguntou o meu nome. Ele pegou colocou uma gota de óleo na minha cabeça e falou: ‘escolha bem as suas escolas e estude bastante’. Eu estudei tanto que não beijei meninas até os meus 24 anos. Não ia à festa, não saia com ninguém…. Eu fiz exatamente o que ele falou: ‘Porque no fim da sua vida, você voltará para a sua gente e tirará a sua gente da miséria’. A televisão e o Dr. Hollywood foram passos para isso. Tenho 23 companhias e 35 clínicas no Brasil, e já ajudei muitos, mas isso é um passo de cada vez. Agora, finalmente, estou numa posição que eu possa levar uma nação”, completou.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Em 2014, Rey se candidatou a deputado federal, mas não foi eleito.”Fiz a minha campanha honestamente. Desgastei três sapatos em três meses de campanha, de porta em porta. No Brasil, o voto é comprado, por isso que eu não ganhei. No fim do dia das eleições me pediram um ‘cachêzinho’. Eu venho de outro planeta. Eu vejo o Brasil objetivamente, e o país precisa de alguém de fora, que não tem a lama da política. Politicagem é ruim. Eu venho não só de fora da política, mas de outro planeta. Eu já sou milionário. Vou pagar a minha própria campanha e não dever favores. O Trump ganhou e pagou a campanha dele. Ele deve zero favores. Tudo o que eu fiz na minha vida foi pensando em um dia ser presidente do Brasil”.

Compartilhe
Publicado por
Mirella Martins

Comentários
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com