Blogueira plus size posa em ensaio sensual: “Primeira gorda na Playboy”

Blogueira plus size posa em ensaio sensual: “Primeira gorda na Playboy”

Foto: Divulgação

Publicado em Notas 11/10/2016 às 10:30

Pela primeira vez, uma modelo plus size estampa as páginas de Playboy brasileira. A blogueira Ju Romano foi a escolhida para participar do ensaio “Mulheres que amamos”, que chega às bandas no dia 25 deste mês. “Fiquei orgulhosa de ter sido a primeira gorda a sair na ‘Playboy’, fiquei feliz de descobrir um lado meu que eu achava que nem existia e fiquei ainda mais feliz de poder representar todas as gordas que também não se sentem sexy por algum motivo. Essas fotos são pra vocês meninas, para que vocês nunca duvidem de si mesmas, para que vocês acreditem que podem ser lindas e maravilhosas com o corpo que tiverem”, comemora Ju.

Em seu blog, ela explicou como foi o convite. “Não dei risada pelo convite em si, mas porque eu não me vejo – e nunca me vi – como uma mulher sensual e sair assim era impensável para mim”.”A Marcinha me fez repensar. Eu luto há mais de 9 anos para que a mulher não precise da aprovação de ninguém, eu sou feminista a ponto de saber que eu não preciso ser nada para agradar a homem nenhum, mas eu também luto para que a sociedade olhe a mulher gorda como uma mulher normal, que as pessoas encarem uma mulher gorda da mesma forma que encaram uma mulher magra e um dos meios para conquistar isso se chama representatividade”, explicou Ju.

Foto: Reprodução/ Juromano.com

Foto: Reprodução/ Juromano.com

Segundo a blogueira, esse espaço deve ser ocupado por todos. “É colocar a gorda em revistas, em seriados, em filmes… E não só como a gorda coitadinha ou alívio cômico, é colocar a gorda como uma mulher empoderada, bem sucedida, amada, desejada, confiante e de forma positiva, provando que a gorda não tem que se esconder e que faz parte sim da sociedade, como qualquer outra mulher com qualquer outro formato de corpo”, defende.

Sobre a reações, ela falou: “Para todas as meninas que mostrei a foto a reação foi a mesma: caraca que linda, que foda, amei, vai ter uma gorda da ‘Playboy’… Nenhuma se sentiu ofendida, pelo contrário: elas acharam muito legal mostrar que a sensualidade não está só em ter uma calça 36 ou ter peitão(duas coisas que eu definitivamente não tenho) e um corpo fora dos padrões pode ser tão desejado e enaltecido quanto tantos outros”.

Compartilhe
Publicado por
Mirella Martins

Comentários
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com