Planeje o fim das férias do seu cachorrinho

Planeje o fim das férias do seu cachorrinho
Publicado em Saúde 23/07/2016 às 9:05

As férias de julho ainda não acabaram e ainda tem gente querendo aproveitar os últimos segundos de descanso com uma viagem. Sair da rotina e aproveitar novos ares antes de voltar para o pique normal é essencial para renovar a disposição. Para quem tem um amigo canino, porém, planejar os dias de folga pode ser um pouco mais complexo, uma vez que nem todos os hotéis oferecem o serviço pet friendly. A treinadora e veterinária comportamental Aina Bosch explica que acompanhar o dono durante as férias é uma ótima oportunidade para os bichinhos: “É uma forma de conviver com a família em um contexto diferente do dia a dia”. Contudo, se dessa vez faltou tempo para programar a diversão na companhia do amigo de quatro patas, é importante pensar em formas de entretenimento para ele também. Afinal, não é preciso abandonar os planos mas também não é justo deixar o cãozinho ocioso em casa.

Fotos: Aline Bosch/Divulgação

Fotos: Aline Bosch/Divulgação

A zootecnista Thaciane Monteiro conta que já deixou de viajar por causa de seus três cachorros: “Eu tinha uma viagem programada, mas não encontrei ninguém que pudesse ficar com eles e dar a atenção que sei que eles precisam, então abortei o plano”. A recifense não é a única: a estudante Hannah Pitanga diz que planeja todas as suas viagens ao lado de sua cadelinha. Porém, quando não pode levá-la e não encontra ninguém de confiança para tomar conta dela em sua ausência, prefere ficar em casa.

aline bosch

 

Muitos tutores que não querem abrir mão de viajar optam pelos tradicionais hoteizinhos ou contratam pet sitters – profissionais que visitam os bichinhos em sua própria residência para alimentá-los e certificar-se de que estão bem. No entanto, também é possível planejar umas férias diferentes para eles: “Os animais também precisam de uma quebra de rotina e viver coisas novas, principalmente se essas experiências acontecem em convivência com outros pets”, explica Aina. Em um sítio em Olinda, a treinadora oferece hospedagem familiar para cães no Espaço Aina Bosch Dog Sitter. “O local foi pensado para mantê-los sempre estimulados. O foco é instigar os aspectos sensoriais, cognitivos, ocupacionais, físicos e alimentares dos bichinhos”, afirma. O espaço, que não tem gaiolas, promove a interação saudável entre cachorros de diversas raças e tamanhos. Com um ambiente rico em grama verde, brinquedos, obstáculos e uma programação atenta ao bem-estar do animal, a veterinária comenta que a ideia não é competir, e sim brincar. Afinal, um cachorrinho bem motivado é um animal com muito mais segurança, social, equilibrado e feliz.

 

 

Compartilhe
Publicado por
Mirella Martins

Comentários
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com