O voo de um chef: Julio Prouvot assume sozinho o Prouvot Bistrô

O voo de um chef: Julio Prouvot assume sozinho o Prouvot Bistrô
Publicado em Gastrô 5/06/2016 às 6:00

O chef Julio Prouvot, às vésperas de completar 26 anos, assumiu o comando do Prouvot Bistrô, em Parnamirim, Zona Norte do Recife. É a primeira casa assinada por ele sozinho, sem que o nome do irmão, Hugo Prouvot, venha à frente do seu. Dez anos cozinhando com as panelas de Hugo, Julio sentiu que estava no tempo de ter as suas próprias e oferecer aos paladares sabores só seus. Ao restaurante de Parnamirim, Julio tem chegado às 9h e saído bem depois da meia-noite, totalmente envolvido – e animado – com o desafio. Tem chegado cedo para afinar-se com o espaço e os funcionários, inventar comida e cuidar de uma horta que plantou nos fundos do restaurante. “Quero aprender um pouco de agricultura; mexer com terra é uma válvula”, conta.

É possível que, muito em breve, Julio use frutos da sua horta no Prouvot. O chef dá valor à culinária saudável, aquela que entroniza produtos orgânicos, sem agrotóxicos, maturados no tempo da natureza, comprados a fornecedores específicos e confiáveis. Frequenta, inclusive, as feiras orgânicas que ocorrem nas Graças, nas madrugadas das sextas para os sábados. Nessa feira ele encontra, por exemplo, as minicenouras que ele chama – com graça – de “nanocenoura”. No menu degustação servido ao Social1, elas estavam num prato acompanhando um camurim na manteiga. Aquelas “nanocenouras” (veja mais adiante, na galeria) tinham mais sabor de cenoura do as grandes e roliças a que nos habituamos comprar.

Também nos passeios pelas feiras orgânicas teve o estalo de valorizar o ovo. De capoeira (ou caipira – que não é o marrom, de granja), diga-se. Julio quer criar uma estrofe no cardápio só de pratos com ovos – “De repente um ovo pochê bem servido e executado acompanhado de legumes, pra ser compartilhado na mesa… O ovo caipira é saboroso e lindo, super amarelo”, diz, com água na boca e brilho nos olhos. É uma ideia que não encontra par nos principais restaurantes da cidade, mas que pode atrair, sim, um crescente número de pessoas que dão nota alta ao ovo por práticas alimentares associadas a novos estilos de vida. A juventude de Julio e essa “filosofia de alimentação” que até rompe com uma tradição só podem fazer bem a quem a elas se permitir.

Foto: André Nery/Divulgação

Veja o menu degustação servido ao Social1 apontando um pouco da gastronomia do chef, que prepara o novo cardápio do restaurante, pra ser lançado após o São João:

Compartilhe
Publicado por
Romero Rafael

Comentários
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com