Pally Siqueira, atriz de “Totalmente demais”, é também artista plástica

Pally Siqueira, atriz de “Totalmente demais”, é também artista plástica
Publicado em Famosos Notas 17/04/2016 às 10:53

A atriz pernambucana Pally Siqueira, a Bárbara de Totalmente demais, tem chamado atenção nas redes sociais por outro talento seu, além da atuação: as artes plásticas. Mesmo sem nunca ter frequentado escola de artes – embora ainda deseje fazer isso -, os desenhos e pinturas da moça mostram profissionalismo. O dom herdou da mãe, sua guia que mostrou a relação entre luz e sombra, ensinou sobre degradês dos tons. “O resto tenho aprendido na prática, tem funcionado. Pinto com tudo que me ofereça pigmento”, conta.

O café, por exemplo, virou matéria-prima. “Uma xícara entornou em um desenho meu que estava sobre a mesa, eu me deparei com uma cor maravilhosa e uma nova possibilidade”, diz. As inspirações? A ideia de consciência, a palavra, pensamentos, loucura e realidade, a linha tênue da razão, sentimentos… “E as estrelas, são inspiradoras as estrelas”, suspira. Pally prepara nova exposição que será lançada no Rio, se possível ainda neste semestre.

Veja a entrevista completa:

1) Como e quando surgiu o interesse pelas artes plásticas?

Na infância. Minha mãe é artista plástica, então cresci a vendo desenhar e fazer trabalhos manuais. Sempre foi uma coisa natural pra mim, a arte sempre esteve lá, só bastou que eu tivesse a iniciativa e persistência de tentar alcançá-la. Ainda estou nessa busca – utopia, será?

2) Fez alguma escola de arte? Como ou com quem aprendeu as técnicas?

Não, nunca cursei nenhuma escola de arte, embora queira muito fazer isso em um futuro bem breve.
Como citei anteriormente, minha mãe sempre me guiou em relação a proporção, luz e sombra, fazer os degradês dos tons. O resto tenho aprendido na prática, normalmente tem funcionado.

[instagram BDLhaCSlDTO]

3) Que tipos de técnicas você utiliza em suas obras?

Como nunca cursei artes, não entendo muito bem o que quer dizer a palavra técnica, eu simplesmente faço. Não sei se estou fazendo da forma correta ou não, por isso quero muito ter aulas técnicas, para saber como utilizar os materiais etc. Eu pinto com tudo que me ofereça pigmento.

4) Quais suas inspirações?

A ideia de consciência, a palavra, pensamentos, loucura e realidade, a linha tênue da razão, sentimentos… Sentimentos são muito importantes. E as estrelas, são inspiradoras as estrelas.

[instagram BDbwzXxFDVW]

5) Vejo que você usa muito o café em algumas de suas obras. Como é feito o trabalho com café? Onde e como aprendeu a utilizá-lo?

Foi um acidente, uma xícara entornou em um desenho meu que estava sobre a mesa, eu me deparei com uma cor maravilhosa e uma nova possibilidade. É um material com o qual tenho uma certa intimidade.

[instagram BEBx_M1FDSF]

6) Pensa em fazer uma exposição? Rio, São Paulo, Recife…

Estou preparando uma nova exposição que será lançada aqui no Rio, não sei a data ao certo ainda, mas será o mais breve possível. Gostaria muito de levá-la ao Recife ou a qualquer outro lugar do Brasil.

 

Compartilhe
Publicado por
Anneliese Pires

Comentários
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com