José Paulo Cavalcanti expõe coleção de Fernando Pessoa e diz: “Não considero minha”

Publicado em Galerias Notas 5/11/2015 às 11:30
José Paulo Cavalcanti expõe coleção de Fernando Pessoa e diz: “Não considero minha”

Coleção de Fernando Pessoa está exposta no Museu do Estado

Fotos: Dayvison Nunes/JC Imagem

Ricardo Brennand com o historiador Pablo Lucena, que se vestiu de Fernando Pessoa, e o anfitrião, o colecionador José Paulo Cavalcanti Filho/Fotos: Dayvison Nunes/JC Imagem

Até então hóspede do apartamento do jurista José Paulo Cavalcanti Filho, a coleção de Fernando Pessoa, composta por originais de obras do poeta, além de fotos, selos, postais, livros, óculos, mesa e máquina onde Pessoa escreveu poemas, passam dias no Museu do Estado. “Não considero minha, não tem meu nome em lugar nenhum e não vai ficar pra ninguém da minha família. Considero que é algo já público”, conta ele, como pai que solta o filho no mundo.

Na noite desta quinta (5), o jurista com a mulher, Maria Lecticia, receberam os convidados na abertura da mostra, que se chama Fernando Pessoa – Uma coleção, ocupando o primeiro andar do espaço de exposições do Mepe. Uma parede é didática ao apresentar a ordem cronológica do poeta português. Divisórias e móveis mostruários organizam os objetos da coleção. O primeiro item foi adquirido há mais de dez anos. “Você vai conhecendo ele e chega a um gênio absoluto, a uma pessoa diferenciada”, nos diz o colecionador, sobre o fascínio que Pessoa exerce.

O movimento foi grande na noite de abertura

O movimento foi grande na noite de abertura

Máquina que foi usada por Fernando Pessoa

Máquina que foi usada por Fernando Pessoa

O artista plástico Maurício Arraes deixou-se fotografar ao lado de totem de Pessoa, colocado para que as pessoas façam selfies

O artista plástico Maurício Arraes deixou-se fotografar ao lado de totem de Pessoa, colocado para que os visitantes façam selfies

Antes de chegar ao andar de cima, o de baixo está repleto por obras de artistas pernambucanos que pintaram e desenharam Pessoa. José Cláudio e Mané Tatu, Carlos Pragana, Ploeg, Maurício Arraes, Antonio Mendes, Edson Menezes, Marcelo Peregrino, entre outros, criaram a convite de José Paulo. As obras deles estão à venda

Antes de chegar à coleção, o visitante se depara com muitos retratos de Pessoa

Precedendo a coleção há muitos retratos de Pessoa por artistas pernambucanos

DMarcelo Peregrino espia obra dele

Marcelo Peregrino espia obra feita por ele

A mostra vai, oficialmente, até 6 de dezembro, mas com grande chance de ser esticada. Na abertura, passaram pelo Museu do Estado: Marcos Vinicios Vilaça, imortal da Academia Brasileira de Letras; Marcelo Navarro, ministro do Superior Tribunal de Justiça; o colecionador de artes Ricardo Brennand, o empresário Pedro Schwambach, o cientista Sílvio Meira… Veja a galeria:

Compartilhe
Publicado por
Romero Rafael

Comentários
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com