Crise passou longe do batom

Publicado em Notas 27/09/2015 às 6:00
Crise passou longe do batom
marilyn+batom

Marilyn Monroe, a diva do batom vermelho

As mulheres pintam o corpo das mais diferentes formas há milênios, mas só há cem anos um americano chamado Maurice Levy, que trabalhava numa empresa de metalurgia, teve a ideia de colocar a pasta colorida num tubo metálico e retrátil. O batom, sem dúvida, virou o grande ícone da maquiagem e é o item mais vendido no mercado brasileiro.

Indispensável em qualquer nécessaire, é a porta de entrada da brasileira na maquiagem, já que 76% das mulheres começam a experimentar este universo por meio deste produto.”s tons vermelhos e rosados são os preferidos”, revela a gerente de marketing de maquiagem na Natura, Giovanna Falco.

Brigitte Bardot

Brigitte Bardot

Segundo dados da Euromonitor de 2014, 52% das brasileiras usam batom ao menos uma vez por dia. O mercado brasileiro de cosméticos é o terceiro maior do mundo, apenas atrás dos EUA e Japão. “A mulher brasileira, no geral, tem verdadeira paixão por maquiagem e gosta de inovar e ousar com uma grande diversidade de produtos para estar na moda. Necessaire boa, é necessaire cheia!”, diz.

Lucille Ball

Lucille Ball

Mesmo em ano de crise, a gerente é otimista com relação às vendas do produto no Brasil. “Isso porque, segundo o “Índice Batom” – conceito criado em 2001 pelo presidente da Estée Lauder em meio à crise econômica americana – reforça que em tempos de crise, as pessoas compram mais batons por causa do baixo custo unitário e com o intuito de elevar a autoestima”, explica.

Compartilhe
Publicado por
Anneliese Pires

Comentários
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com