Emoção e nostalgia marcam abertura do Festival MPB

Publicado em Notas 14/12/2014 às 5:02
Emoção e nostalgia marcam abertura do Festival MPB

Emoção e nostalgia marcam abertura do Festival MPB

Por: Lindainês Santos e Mari Frazão

Festival itinerante de música popular brasileira, o Festival MPB estreou no Recife, mesclando atrações locais e nacionais, neste sábado (13). O primeiro dia do evento aconteceu na área externa do Centro de Convenções de Pernambuco e contou com dois palcos: o Olinda, onde se apresentaram, em sua maioria, artistas pernambucanos; e o Recife, onde subiram grandes nomes do gênero.

Fotos: Diego Nigro/JC Imagem

Fotos: Diego Nigro/JC Imagem

Pontualmente às 18h, no palco Olinda, Tibério Azul deu o pontapé inicial no festival. O recifense interpretou, além de suas principais músicas, faixas de seu novo álbum. Já no palco Recife, quem soltou as primeiras notas foi Maria Gadú. A cantora trouxe na bagagem alguns dos seus maiores sucessos, mas foi com Índios, de Legião Urbana, que atingiu o ápice de sua apresentação. Nos bastidores, a cantora deu um show de simpatia e, diante de várias câmeras, admitiu ficar sem jeito para fazer poses.

2D131214115

Durante a noite, as apresentações revezavam-se entre os dois palcos, a fim de que o público pudesse aproveitar cada minuto e sem atrasos. Depois de Gadú foi a vez da Banda do Mar se apresentar. Composto por Marcelo Camelo, Mallu Magalhães e Fred Ferreira, o grupo levou os fãs ao delírio com suas canções. Para fechar o show, o público em peso acompanhou a música Morena, sucesso do Los Hermanos, antiga banda de Camelo. Do outro lado da área externa, seguiu-se a apresentação do ex-Titã Arnaldo Antunes.

2D131214122

O grupo pernambucano Mombojó levou os presentes à loucura ao cantar Deixe-se Acreditar. Ansiosa, no extremo sul do Cecon, a plateia aguardava Marisa Monte e Gilberto Gil, em um dueto preparado especialmente para o festival. Convidado pela cantora, Arnaldo Antunes dividiu o palco com a dupla e despertou uma legião de nostálgicos ao cantar Velha Infância, do Tribalistas, banda que integrava ao lado de Monte.

2D131214169

Ao final da performance de Gil e Marisa, uma grande parte da plateia se dispersou, mas muitos ainda tinham fôlego para pular junto da Nação Zumbi. Foi de Amor foi a música escolhida para abrir a apresentação. Entoando faixas novas do álbum, Nação também não deixou tocar músicas que marcaram o Manguebeat, como Manguetown, A Praieira e Meu Maracatu Pesa Uma Tonelada. Sob os gritos pedindo a música Risoflora, Jorge Dü Peixe respondeu bem-humorado: “Risoflora não veio, ela não pôde vir… fica para a próxima”. Antes de Nação se despedir, Seu Jorge, que se apresentará no evento neste domingo (14), deu uma palhinha com a banda.

Nação Zumbi encerrou o primeiro dia do Festival MPB.

Nação Zumbi encerrou o primeiro dia do Festival MPB.

Despedida de Gil e Marisa:

Quer saber quem passou por lá? Confira a galeria:

Compartilhe
Publicado por
Mirella Martins

Comentários
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com