O vernissage de Lugar Nenhum na Amparo 60

Publicado em Notas 20/03/2014 às 9:52
O vernissage de Lugar Nenhum na Amparo 60

A galeria Amparo 60 recebeu na noite desta quinta feira (20), a exposição Lugar Nenhum de Kilian Glasner, marcando a sua volta após quatro anos sem expor na cidade. Composta por obras das séries “Infinito” e “Obscuro”, o artista classifica como um recorte dos seus trabalhos desde 2011. Na mostra, 15 obras dialogam com a fotografia para mostrar registros e impressões de suas viagens, físicas e oníricas. Entre elas, um mapa noturno do Recife chama a atenção logo na entrada do espaço, retratando a visão do recifense que atualmente vive em Berlim. “Acho que bateu uma saudade da terra. Então eu fiz uma imagem que simbolizasse o Recife. E viajando de avião essa é a imagem que eu tenho com as luzes acesas”, disse. “Eu não faria, por exemplo, uma imagem da Praia de Boa Viagem. É muito cartão postal. Essa visão tem mais a ver com meu universo”, completou.

DSC_4742

Lúcia Santos com Kilian Glasner (Fotos: Felipe Ribeiro / JC Imagem)

DSC_4744

Vernissage de Lugar Nenhum na Amparo 60

O catálogo da exposição Natureza Impermanente de Kilian foi distribuído na entrada

DSC_4753 DSC_4718

A exposição fica na galeria até o dia 20 de abril, com visitação de segunda a sexta, das 9 às 13h e das 14h às 19h, e aos sábados das 10 às 14h, com agendamento prévio.

Compartilhe
Publicado por
Mirella Martins

Comentários
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com