Quando o perfume do chá é o tempero

Publicado em Notas 23/11/2013 às 8:43
Quando o perfume do chá é o tempero

Foi ao conhecer uma das principais referências na arte do chá no Brasil, Carla Saueressig, que o jovem chef pâtissier Gui Bomfim tatuou definitivamente o amor pelas infusões em seu sobrenome profissional. À frente do cardápio de A Loja do Chá – Tee Gschwendner, em São Paulo, não tardou para Gui levar a erva também como ingrediente para suas panelas, que resultam em perfumadas e até inusitadas combinações, ora doces, ora salgadas.

Os chefs Gui Bomfim e Armandinho, no Hotspot. Fotos: Gustavo Belarmino/NE10

Os chefs Gui Bomfim e Armandinho, no Hotspot. Fotos: Gustavo Belarmino/NE10

No Recife como chef convidado de Armando Pugliesi, Gui trouxe um pouquinho do que sabe para o Hotspot, em menu criado para o Festival Gastronômico de Pernambuco (R$ 65). O festival acabou, mas o cardápio do chef (e o próprio) permanece até este sábado (23), em cartaz no restaurante. E a dica do Social1 é: vá experimentar. Destaque total vai para o super macio franguinho de leite, com mini arroz de pistache caramelado. O chá entra na composição do risoto – em forma de pó mesmo, dando um sabor defumado ímpar ao prato. O frango é recheado com farofa de limão siciliano.

Quiche de salmão com champanhe e vinagre de tomate pelado e chá verde japonês (Gyokuro)

Quiche de salmão com champanhe e vinagre de tomate pelado e chá verde japonês (Gyokuro)

Galantine de frango de leite, mini arroz de pistache caramelado e chá chinês lapsang souchong, com aroma defumado

Galantine de frango de leite, mini arroz de pistache caramelado e chá chinês lapsang souchong, com aroma defumado

Pavlova aromatizado ao chá orgânico de jasmim, frutas e creme anglaise

Pavlova aromatizado ao chá orgânico de jasmim, frutas e creme anglaise

Parte dos chás usados como tempero nas receitas de Gui Bomfim

Parte dos chás usados como tempero nas receitas de Gui Bomfim

Compartilhe
Comentários
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com