Rio Doce CDU supera expectativas

Publicado em Notas 30/04/2013 às 12:21
Rio Doce CDU supera expectativas

SÓ SORRISOS A diretora Adelina Pontual

A chuva deu uma trégua, e o público, mesmo com a sobrinha debaixo do braço, foi conferir o terceiro dia do Cine PE. Se por um lado poucos artistas circularam pelos corredores do Centro de Convenções nesta segunda (29), o documentário Rio Doce CDU foi, sem dúvidas, a grande estrela da noite. Dirigido pela cineasta pernambucana Adelina Pontual, o filme, além mostrar o percurso da linha de ônibus que corta o bairro de Rio Doce, em Olinda, à Cidade Universitária, na Várzea-Recife, é um verdadeiro retrato das paisagens urbanas e das pessoas que habitam o vai e vem das ruas por onde o veículo circula.

CONCENTRAÇÃO Pla

PLATEIA O público aproveitou a estiada para assistir os filmes dessa terceira noite do festival (Foto: Mariana Guerra/Divulgação)

Mas, não só foi o longa de Adelina que agradou. Os curtas-metragens A Guerra dos Gibis – de Thiago Mendonça e Rafael Terpins, Três no Tri (RJ) – de Eduardo Souza Lima, O Fim do Filme (SP) – de André Dib, e À Luz do Dia (RJ) – de Joana Nin, também garantiram bons momentos de risadas e emoção aos espectadores. Cada um com suas particularidades, os filmes exibidos inicialmente tinham em comum protagonistas tipicamente brasileiros. Isto é, que sabem como ninguém contar uma boa história, sem deixar de lado os pequenos detalhes que a tornam mais interessante, e uma boa dose de humor, que deixa tudo mais divertido.

BOM HUMOR Os curtas exibidos no começo da noite arrancou boas risadas da plateia (Fotos: Dayvison Nunes/JC Imagem)

COTAÇÃO EM ALTA Os curtas exibidos no começo da noite também agradaram a plateia (Fotos: Dayvison Nunes/JC Imagem)

Voltando ao Rio Doce CDU, vale dizer que nas rodas de conversa do Cecon não se falava em outra coisa a não ser na película. Aplaudido de pé ao final da exibição, o longa superou todas as expectativas que o cercavam, não só pelo roteiro muito bem amarrado pelas falas dos personagens encontrados pela diretora ao longo das filmagens, como pela trilha sonora de primeira, assinada por DJ Dolores e Yuri Queiroga. Protagonista principal da noite, o ônibus de Adelina segue rumo ao sucesso. Confira quem passou pelo Cine PE:

ATOR Paulo Gracindo Jr.

ATOR Paulo Gracindo Jr.

SÓ SORRISOS A diretora Adelina Pontual

SÓ SORRISOS A diretora Adelina Pontual

DN290413031

CIRCULANDO José Roberto Toreiro e Kiko Mollica, diretores do curta Íris

CLAQUETE A cineasta Luci Alcântara

CLAQUETE A cineasta Luci Alcântara

AMIGOS O jovem diretor André Dib e Evandro Rogers

AMIGOS O jovem diretor paulista André Dib e Evandro Rogers

CINÉFILOS Zé Barbosa, Cleodon Coelho, Marina Pacheco e Albert Tenório

CINÉFILOS Zé Barbosa, Cleodon Coelho, Marina Pacheco e Albert Tenório

ANFITRIÃO O ator Toninho Miranda se vestiu de Chaplin para recepcionar o público

ANFITRIÃO O ator Toninho Miranda se vestiu de Chaplin para recepcionar o público

Compartilhe
Publicado por
Mirella Martins

Comentários
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com