publicidade
31/07/20
Foto: Reprodução /  Observatório Europeu do Sul (ESO)
Foto: Reprodução / Observatório Europeu do Sul (ESO)

Telescópio captura imagem inédita de nebulosa em formato de ‘borboleta’

31 / jul
Publicado por Larissa Lira em Astronomia às 17:17

O telescópio do Observatório Europeu do Sul (ESO) fez uma imagem inédita da nebulosa NGC 2899. É a primeira vez que a bolha de gás é registrada com tantos detalhes, possibilitando enxergar com clareza suas bordas. Sua aparência assemelha-se a uma borboleta por ter o formato parecido com duas “asas” azuis quase simétricas.

A nebulosa está localizada entre 3 mil e 6,5 mil anos-luz de distância da Terra, na constelação de Vela. Sua aparência simétrica se dá ao fato dela possuir duas estrelas centrais. Uma delas morreu e eliminou suas camadas externas, e a outra agora interfere no fluxo de gás, tornando possível o aspecto de borboleta. De acordo com o ESO, somente 10% a 20% das nebulosas apresentam esse formato.

Com temperaturas superiores a 10 mil graus Celsius, as duas faixas de gás se afastam até dois anos-luz do centro, cobrindo a visão de outras estrelas da Via Láctea com seu brilho. O calor faz com que os gases assumam cores: o que aparece na imagem em vermelho é o hidrogênio, e o azul, oxigênio.

O telescópio responsável pelo registro foi o Very Large Telescope (VLT), situado no Chile. Quando não está sendo utilizado para observações científicas, ele serve ao projeto ESO Cosmic Gems, uma iniciativa que captura imagens de objetos espaciais visualmente atraentes para fins educacionais e de divulgação pública.

 

*Com informações do Olhar Digital*


FECHAR