publicidade
25/06/20
Foto: AFP
Foto: AFP

Objeto misterioso no espaço chama atenção de cientistas

25 / jun
Publicado por Manuela Figueredo em CIÊNCIA às 12:38

Com informações da AFP e ANSA
Sensores de ondas gravitacionais detectaram um objeto misterioso a cerca de 800 milhões de anos-luz da Terra. Segundo cientistas, é um dos menores buracos negros já localizados ou uma das maiores estrelas de nêutrons descobertas até agora.  O anúncio foi publicado na “Astrophysical Journal Letter” com base em detectores Advanced Virgo, do Observatório Gravitacional Europeu (ESO).

Estrelas de nêutrons são restos de uma estrela que explodiu mas que não tinha massa o suficiente para se transformar em um buraco negro. Por isso, são objetos muito densos.  De acordo com os cientistas, o objeto se formou quando outro corpo desconhecido se fundiu com um grande buraco negro 800 milhões de anos atrás.  Por meio das enormes ondas gravitacionais emitidas é que foi possível detectá-lo.

 

Os especialistas classificaram o estranho objeto como uma “estrela de nêutrons preta”, algo que não se imaginava possível de existir.  “Mais uma vez, as observações das ondas gravitacionais contribuem com esclarecimentos sobre aspectos desconhecidos do nosso universo. O objeto mais leve desse sistema binário tem uma massa nunca observada até hoje”, revela o responsável pela colaboração da Virgo e membro da INFN, Giovanni Losurdo. .

Astrônomos de todo o mundo conseguiram captar os sinais e muitos telescópios foram apontados para a área de proveniência dele para observar aquela porção do espaço. “Em breve, entraremos em uma nova fase do programa de melhoramento e isso nos permitirá observar um número sempre maior de novos objetos”, ressaltou a responsável nacional do Virgo para o INFN, Viviana Fafone.

 


FECHAR