publicidade
25/05/20
O Chatbot do WhatsApp funciona como uma assistente virtual
O Chatbot do WhatsApp funciona como uma assistente virtual

Por meio de robô no WhatsApp, mulheres vítimas de violência doméstica podem pedir ajuda durante a pandemia

25 / maio
Publicado por Larissa Lira em Aplicativos às 20:12

O Instituto Avon, a Uber e a agência de publicidade Wieden+Kennedy desenvolveram, em parceria,  uma ferramenta capaz de ajudar mulheres vítimas de violência doméstica durante a pandemia novo coronavírus. O sistema usa um chatbot no WhatsApp e funciona como uma assistente virtual que possibilita que as vítimas peçam ajuda e recebam orientações sem chamar a atenção do agressor.

> Mulher vítima de violência vai poder registrar queixa pela internet

> Taís Araújo fará live sobre aumento de violência doméstica na quarentena

> Instituo Maria da Penha acusa subnotificações de violência contra mulher durante pandemia 

> Maquiagem vira disfarce para ajudar na denúncia de violência doméstica durante a quarentena

 

O recurso funciona por meio do número 11 94494-2415, que deve ser adicionado aos contatos da vítima para iniciar uma conversa com a assistente virtual no WhatsApp. Após a usuária enviar uma mensagem, o chatbot retorna com algumas perguntas com o objetivo de identificar o grau de risco que a vítima corre e determinar o suporte apropriado.

Segundo as empresas, se houver a necessidade de a pessoa agredida ir até unidades de saúde, delegacias ou centros de assistência social, a vítima recebe um código que garante uma viagem gratuita no aplicativo da Uber para realizar o deslocamento necessário.

 

 


FECHAR