publicidade
03/04/20
Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

In Loco cria mapa com índice de isolamento social no Brasil a partir de localização de celulares

03 / abr
Publicado por Manuela Figueredo em CIÊNCIA às 10:55

A empresa recifense In Loco disponibilizou em seu site um mapa do Brasil com índices de isolamento social baseados na localização de celulares. A plataforma mostra os números estaduais e nacionais, atualizando diariamente os dados. Dados desta quinta-feira (2), mostram que 58,9% do país se encontra em quarentena, com o estado de Goiás apresentando maior índice de isolamento e Tocantis apresentando o menor.

A In Loco explica que possui uma tecnologia que entende o comportamento de localização de 60 milhões de brasileiros, sendo desenhada para não identificar as pessoas, garantindo a privacidade e anonimato desses cidadãos. No site, ainda, eles explicam como funciona essa coleta, com consentimento dos usuários.

Veja os índices nacionais e estaduais

Recife

No Recife, a prefeitura começou a utilizar sistemas de localização de celulares dos moradores do Recife para coordenar ações de incentivo ao isolamento social, medida considerada uma das mais efetivas para controlar a pandemia do novo coronavírus. Ao menos 700 mil aparelhos serão monitorados. A administração assegurou que não há invasão de privacidade e que os dados coletados não expõem a identidade das pessoas. A medida foi divulgada durante coletiva de imprensa, dia 24 de março, realizada na sede da prefeitura, no Centro do Recife, e será implementada por meio de parceria com a empresa recifense In Loco.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Confira o passo a passo de como lavar as mãos de forma adequada


FECHAR