publicidade
26/03/20
Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

Nesta quarentena, saiba como fazer uma videoconferência

26 / mar
Publicado por Manuela Figueredo em Aplicativos às 10:21

Em tempos de isolamento social em função da nova pandemia do coronavírus que se alastra rapidamente, o grande pedido que os governantes e figuras públicas fazem – além, claro, das medidas de higiene, é para quem puder ficar em casa, ficar, de fato, em casa. Mas, como ficar confinado e conseguir ver pessoas que estamos distantes, continuar o trabalho no home office sem uma reunião ou até mesmo manter nossa sanidade mental sem as sessões de terapia? É por isso que vamos mostrar uma das alternativas que têm sido bastante usadas em todo mundo para enfrentar esses desafios: plataformas de videoconferências. O Mundo Bit escolheu algumas opções e ensina como usá-las. Confira:

Hangouts

Ferramenta do Google, disponível também para celulares Android e iPhone (iOS), o Hangouts é de fácil utilização para realizar videoconferências direito no browser.  A plataforma de comunicação do Google é compatível com os principais navegadores – Chrome, Safari e Firefox -, e não requer a instalação de programas no computador.

Como usar

Antes de começar, é preciso ter uma conta do Google para utilizar o serviço. Com essa associação, o Hangouts pode importar toda a lista de contatos do usuário automaticamente, facilitando o início das conversas. Para começar uma videoconferência, na tela principal da plataforma, basta clicar no ícone “Videochamada” e, após permitir o acesso ao microfone e câmera do computador, informar o endereço de e-mail das pessoas que você quer convidar para o encontro online. Se preferir, pode também adicionar os participantes compartilhando o link da videoconferência. Durante a chamada é possível enviar mensagens e compartilhar a tela com outros usuários, bem como desativar a câmera ou microfone.

Pelo contexto de pandemia, o Google também liberou a versão da plataforma voltada para comunicação empresarial, o Hangouts Meet, anteriormente apenas disponível para assinantes do G Suíte.  Agora, está entre um dos aplicativos mais baixados da Play Store. A decisão vale até 1º de julho. Os usuários poderão usufruir de todos os recursos premium da plataforma, o que inclui videochamadas com até 250 pessoas, transmissões ao vivo para 100 mil espectadores, URLs de reunião exclusivas e gravação das chamadas no Google Drive.

WhatsApp

Aplicativo de mensagens mais conhecido do mundo, a plataforma também permite a videoconferência, restrita a até quatro participantes, ou seja, não funciona de modo corporativo, mas para pequenos encontros. As chamadas de vídeo estão disponíveis apenas para usuários do sistema operacional Android 4.1 ou posterior.

Como usar

Existem três formas de iniciar uma videochamada. Na primeira, é necessário ter todas as pessoas que você deseja fazer a videoconferência em um grupo. Dentro dele, você deve selecionar o ícone “Chamada em grupo”, selecionar os contatos que deseja adicionar à chamada, e depois tocar em “Chamada de vídeo”. Também é possível iniciar uma chamada de vídeo a partir da aba Chamadas. Nela, você deve tocar em Nova Chamada >> Nova chamada em grupo. Depois, precisa selecionar os contatos e tocar em “Chamada de vídeo”. A última forma de iniciar uma videoconferência é abrindo a conversa com um dos contatos que irá participar. Depois disso, deve tocar na “Chamada em vídeo” e quando o contato aceitar, deve tocar em “Adicionar participante” para selecionar os demais e depois disso, tocar em “Adicionar”.

Zoom Meetings

Essa opção de ferramenta é voltada para ambientes corporativos, suportando reuniões com até 500 participantes e 10 mil expectadores no modo webinar. Muito utilizada por empresários e por psicólogos – salas privadas são autorizadas pelo Conselho Federal de Psicologia -, a solução se destaca pela estabilidade da conexão em qualquer dispositivo. O serviço funciona via navegador e em aplicativos para Windows, macOS, Linux, iPhone (iOS) e Android.

Qualquer opção dentro do Zoom Meetings oferece chat em tempo real, transferência de arquivos, controle de microfones, quadro de anotações e compartilhamento de tela de um ou mais membros com funções avançadas. É possível, por exemplo, compartilhar um material do computador e liberar o acesso para outra pessoa interagir com ele e fazer marcações. O administrador de uma reunião também pode separar participantes em grupos com videochamadas independentes para uma atividade pontual, e trazer todos de volta para uma única sala virtual após um determinado período.

Como usar

O administrador da reunião pode criar uma sala e enviar um convite via e-mail ou link para qualquer pessoa participar, mesmo que não tenha uma conta no serviço. Basta acessar via navegador ou pelo aplicativo e digitar um nome para entrar. O usuário que controla a sessão precisa ter o programa instalado para ter acesso às principais funções, como colocar membros no mudo e controlar o compartilhamento de tela. O gestor pode configurar para que apenas ele possa compartilhar sua própria tela, ou permitir que outros usuários o façam também de forma simultânea.

Skype

Um das primeiras plataformas que ofereciam a proposta de se comunicar a distância por vídeo, o software da Microsoft, Skype, também é uma opção para videoconferências. Pela estabilidade que oferece, é uma ferramenta muito buscada por profissionais, tanto por  empresas ou para quem opta por fazer home office. A ferramenta funciona no computador e celular e permite estabelecer conversas entre contatos que se adicionaram mutuamente.

O programa não conecta os usuários via número do celular, mas por um nome de usuário único criado durante o cadastro gratuito. Quem já tem uma conta da Microsoft, usada normalmente para configurar um computador com Windows 10, pode usar o mesmo e-mail como identificador no Skype.

Como usar

Quem já tem uma conta da Microsoft pode usar o mesmo endereço de e-mail e senha para fazer login também no Skype. As credenciais podem ser as mesmas do Outlook, caso o usuário tenha um e-mail desse serviço. Caso ainda não tenha uma conta, basta visitar a página de registro da Microsoft e informar os dados solicitados.

Existem dois modos de chamadas de vídeo. A comum é feita para conversar com um pequeno grupo de pessoas. Já as reuniões virtuais são mais indicadas para quem precisa fazer reuniões de trabalho à distância, pois conta com funções melhores de moderação e colaboração.

Para iniciar uma reunião, abra o Skype e clique no botão “Reunião” para obter um link compartilhável. O convidado pode clicar e entrar instantaneamente, seja por meio do computador ou celular com os apps adequados instalados, ou pelo navegador via Skype Web.

Independente da plataforma que escolher, é importante ter uma conexão boa e rápida. Conexões fracas vão reduzir a qualidade de áudio e vídeo, comprometendo o andamento da videoconferência.


FECHAR