publicidade
23/03/20
Foto: PixaBay
Foto: PixaBay

Youtube lança desafio”#FiqueEmCasa e lave as mãos #Comigo”

23 / mar
Publicado por Manuela Figueredo em Aplicativos às 9:40

Em parceria com criadores e artistas, o YouTube Brasil lançou, no último domingo (22), o desafio “#FiqueEmCasa e lave as mãos #Comigo”. O intuito da ação é conscientizar a população sobre a forma correta de higienizar as mãos como modo de conter a evolução da pandemia de coronavírus. A campanha tem como tema a música “Lavar as Mãos” , de Arnaldo Antunes, eternizada nos anos 1990 pelo programa Castelo Rá-Tim-Bum, da TV Cultura.

Para a diretora de parcerias do YouTube no Brasil, Patricia Muratori, é inspirador ver a comunidade de criadores no YouTube se unir em um momento tão crítico. “Diariamente milhões de pessoas recorrem ao YouTube para obter informações sobre a crise e nossa missão é ajudá-las a encontrar respostas corretas, que possam fazê-las entender melhor o que está acontecendo e como conter a doença”, explica.

Como funciona o desafio

Neste domingo, criadores do YouTube Brasil divulgaram em seus canais na plataforma um vídeo cantando “Lavar as Mãos” e mostrando a forma correta de higienizá-las para, então, desafiar outro criador a fazer o mesmo. A ideia é que o vídeo também seja divulgado em redes sociais para ajudar na adesão do maior número de pessoas. Entres os participantes estão Porta dos Fundos, Carolina Ferraz, a banda Francisco, El Hombre, Canal do Júlio, do Cocoricó, Professor Nolsen, Rafael Procópio, o Hospital Albert Einstein, além do próprio Arnaldo Antunes.

Para esta ação foi criada uma versão exclusiva da música, de Marcio Arantes e Arnaldo Antunes, editada por Rosa Celeste (Altafonte Brasil). A proposta é que todos os vídeos sejam publicados com o mesmo título: #FiqueEmCasa e lave as mãos #Comigo. Vale ressaltar que o cantor liberou gratuitamente a utilização da obra na campanha e, dessa forma, o criador que participar concorda e garante que se vídeo terá a monetização desativada no YouTube.

Cao Hamburger, criador da série Castelo Rá-Tim-Bum e idealizador de um movimento parecido há 30 anos, comenta a iniciativa: “Naquela época, lavar as mãos já era uma questão de saúde pública, principalmente para a população de baixa renda. Pensei em um clipe com uma música chiclete para as crianças e os pais sempre lembrarem. O Arnaldo fez essa obra prima que se transformou em um clássico. Espero que utilizá-la para combater essa pandemia seja tão eficiente quanto na época em que lançamos o programa”.

Veja vídeos da campanha


Casos no Brasil e em Pernambuco

Na último domingo (22), subiu para 1.546 o número de casos confirmados de coronavírus no Brasil, de acordo com as informações repassadas pelos estados ao Ministério da Saúde. Até o momento, 25 mortes estão confirmadas, concentradas no Estado de São Paulo e no Rio de Janeiro. Já em Pernambuco, a Secretaria de Saúde registrou quatro novos casos confirmados de covid-19. Agora, são 37 confirmações, três casos prováveis e 310 casos do novo coronavírus em investigação.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Confira o mapa de casos


FECHAR