publicidade
15/10/19
Faixa 11 dos iPhones foi lançada em setembro pela Apple. Foto: JUSTIN SULLIVAN/AFP
Faixa 11 dos iPhones foi lançada em setembro pela Apple. Foto: JUSTIN SULLIVAN/AFP

Brasileiro precisa trabalhar 63 dias por ano para comprar iPhone, mostra pesquisa

15 / out
Publicado por Matheus Santos em Aplicativos às 12:32

Todas as vezes que há um lançamento de modelos de iPhones, a internet vira uma fábrica de memes diante da repercussão dos preços dos equipamentos, sobretudo no Brasil. A situação não foi diferente depois da apresentação dos novos dispositivos da faixa 11 em setembro. Por isso, analistas do site de compras Picodi.com decidiram comparar a média salarial em países selecionados com o preço à vista do novo iPhone 11 Pro (o modelo de 64GB) em relação ao número de dias trabalhados necessários para comprá-lo.

O preço oficial do iPhone 11 Pro (64GB) no Brasil será de R$ 6.299,10. Levando em consideração, de acordo com dados do IBGE, que a renda média do País é R$ 2.298 (R$2.077 líquido), estatisticamente um brasileiro tem que trabalhar 63,7 dias para pagar o iPhone deste ano, sem contar outras despesas de vida naturais, como alimentação, transporte e saúde, entre outras.

Na liderança do ranking, estão Suíça, Estados Unidos e Luxemburgo, onde a relação entre o preço do iPhone e a média salarial é mais equilibrada. Estatisticamente você precisaria economizar para comprar um iPhone 11 Pro o equivalente a 4,8 dias de trabalho na Suíça, 5,8 dias nos Estados Unidos, e 6,7 dias trabalhados em Luxemburgo, respectivamente.

No extremo oposto, está a Ucrânia: estatisticamente, um residente desse país teria que reservar 96,7 dias do seu salário para adquirir o novo iPhone. Em países com Colômbia ou Turquia, o novo dispositivo custa o equivalente a 89,7 e 89,1 dias trabalhados, respectivamente.

Metodologia e fonte dos dados

O preço do iPhone 2019 foi calculado com base no preço à vista do iPhone 11 Pro (64GB) anunciado publicamente na loja brasileira da Apple ou em lojas online autorizadas. A média salarial provém de websites de órgãos oficiais de estatística brasileiros. O estudo do Picodi dividiu o salário mensal por 21, o equivalente à média de dias úteis no mês.


FECHAR