publicidade
03/10/19
3ª edição do REC’n’Play acontece até o próximo sábado (05), no Bairro do Recife
3ª edição do REC’n’Play acontece até o próximo sábado (05), no Bairro do Recife

Rec’n’Play gera oportunidades concretas de negócios para games e produção audiovisual

03 / out
Publicado por Larissa Lira em Coberturas às 14:12

Por Lucas Moraes

Através do Recontent, realizado pela primeira vez dentro do festival Rec’n’Play, gamers e produtores ligados ao universo audiovisual estão tendo oportunidade de, no bairro do Recife, prospectar negócios com grandes players nacionais.

Nesta quinta-feira (3), muitos matchs já foram dados na arena de negócios montada na galeria do Apolo 235, no Recife Antigo. O produtor Alessandro Guedes, 45 anos, da Recife Produções saiu satisfeito.

“Acho muito positivo termos uma rodada de negociação voltada para esses segmentos dentro de um festival grande como o Rec’n’Play. O audiovisual pernambucano é forte e pensamos inclusive em ampliar nosso projeto para a gameficação”, adianta Guedes, que passou pelas mesas do Cana Brasil e da Manifesto Games, apresentando a segunda temporada da série Andante e documentário sobre o poeta pernambucano Solano Trindade. Só a série Andante demandou investimento de R$ 280 mil para produção.

De acordo com o vice-presidente da Abragames, Vicente Vieira, unir o audiovisual tradicional com o audiovisual interativo (games) é uma tendência para relevância da cadeia de negócios. “O Brasil como um todo segue crescendo muito forte. A indústria de jogos cresce 10% ao ano mundialmente, no nosso País é 13%. Quando a gente compara o censo de 2014 com o do ano passado, o número de empresas mais que dobrou, o de funcionários mais que duplicou. O faturamento das empresas também cresceu bastante. Hoje já existem empresas brasileiras com faturamento acima dos R$ 100 milhões, e a indústria de Pernambuco segue se desenvolvendo, embora o Nordeste ainda cresça de forma orgânica quando comparado a outras regiões”, diz Vieira.


FECHAR