publicidade
02/10/19
O Rec'n'Play reúne tecnologia, economia criativa e cidades inteligentes
O Rec'n'Play reúne tecnologia, economia criativa e cidades inteligentes

Com recorde de inscritos, primeiro dia do Rec’n’ Play registra grandes filas

02 / out
Publicado por Larissa Lira em Coberturas às 18:09

Por Lucas Moraes 

O primeiro dia do festival Rec’n’Play movimentou as ruas do bairro do Recife, no Centro, desde as primeiras horas da manhã desta quarta-feira (2). Com previsão de receber até 20 mil pessoas, o Rec’n’Play já fechou esse primeiro dia com 29 mil inscrições para as atividades que acontecem até este sábado (5).

Com tanta gente querendo participar, as atividades,em sua maioria, estavam lotadas. Nas calçadas dos locais que recebiam alguma atração do evento, o que mais se viu foram filas, já que mesmo com a inscrição feita, o festival segue a lotação dos espaços e ordem de chegada para entrada.

 

Com 29 mil inscrições para as atividades que vão até sábado (5), o festival movimentou as ruas do Recife Antigo

 

No cinema do Porto Digital, localizado no prédio administrativo do parque e inaugurado durante o festival, Pierre Lucena (Presidente do Porto Digital), Silvio Meira (Presidente do conselho do Porto Digital) e Francisco Saboya (idealizador do Rec’n’Play) debateram sobre “Transformação Digital”, abrindo o evento.

 

A poucos metros dali, pelo menos três grandes palestras reuniram um mar de gente dentro e fora dos espaços. No Cais do Sertão, Murilo Gun falou sobre resolução de problemas com criatividade.

“Quem entrou, entrou. A fila estava grande, mas tinha um telão transmitindo tudo do lado de fora, embora tenha começado a transmissão com atraso. Lá dentro, basicamente ele falou sobre criatividade e “reaprendizagem criativa” no meio do boom digital que estamos atravessando, como ser um ser humano humanizado e criativo para seus fins (pessoais, profissionais) em meio a tanta tecnologia”, conta a publicitária Gleice de Freitas, 30.

No mesmo espaço, no início da tarde, a aglomeração era ainda maior para ver o apresentador Luciano Huck, que trouxe para o público ideias de protagonismo para realização de mudanças, com cases do seu programa de TV e mensagens centradas na necessidade de uma renovação política e social.

O apresentador Luciano Huck trouxe ideias de protagonismo para realização de mudanças

Já para um Teatro Apolo lotado, o ex-presidente do Banco Central e economista Gustavo Franco promoveu um verdadeiro passeio pela história monetária, refletindo sobre o receio das pessoas com as mudanças introduzidas por novos sistemas como as cripitomoedas.

“Não é uma mudança definitiva. É legal, tem seu valor, mas é um movimento a mais que explora o desligamento do dinheiro e seu lastro”, afirmou.

SEBRAE

No Apolo 235, o Sebrae abriu sua programação de “Negócios Mais Digitais” com atividades sobre as vendas e os clientes da era digital. Além disso, realizou também a palestra “Profissão: criador de conteúdo”, uma roda de conversa com seis produtores de conteúdo de diferentes regiões do Brasil sobre os desafios da atividade.

Hoje também é realizada a abertura do Recontent, evento de negócios para o setor do audiovisual e de games, a partir das 19h. A mesa de abertura será sobre a convergência dos dois segmentos e vai contar com a participação de Bruno Schwambach (SDEC-PE), Guilherme Calheiros (SDEC-PCR), Gilberto Freyre Neto (Secult-PE), Francisco Saboya (Sebrae), Francisco Ribeiro (Bravi), Vicente Filho (Abragames), Pierre Lucena (Porto Digital), Maria Chaves (Proa), com mediação de Fred Vasconcelos (Joy Street).


FECHAR