publicidade
07/11/18
Bill Gates defendeu projeto em feira de inovação | Foto: AFP
Bill Gates defendeu projeto em feira de inovação | Foto: AFP

Em feira na China, Bill Gates apresenta privada inteligente

07 / nov
Publicado por Vanessa Silva em INOVAÇÃO às 12:46

Confundador da Microsoft, Bill Gates causou esta semana em uma feira de inovação em Pequim, na China, ao anunciar seu mais novo projeto: um vaso sanitário inteligente que dispensa o uso de água e a necessidade de sistema de esgoto.

O produto é fruto de uma pesquisa financiada pela Fundação Bill e Melinda Gates, organização filantrópica captaneada pelo casal. O executivo defendeu a mudança das privadas tradicionais para os modelos sem água como um passo importante para a sociedade, semelhante ao desenvolvimento da computação, na década de 70, época em que ajudou afundar a Microsoft ao lado de Paul Allen.

Papel social

Em sua apresentação, Gates destacou o papel social e ambiental de sua nova aposta. “O vaso sanitário de hoje simplesmente manda os dejetos embora na água, enquanto estes vasos sanitários inteligentes sequer têm esgoto”, explicou.

Segundo o empresário, que mostrou em sua apresentação um pote de cocô, num recipiente como aquele havia cerca de 200 trilhões de vírus, 20 bilhões de bactérias e 100 mil ovos de parasitas.

“Em lugares sem saneamento básico, há muito mais que isso no ambiente, o que causa doenças como diarreia, cólera ou febre tifoide, que matam cerca de 500 mil crianças de cerca de 5 anos todos os anos”, afirmou o fundador da Microsoft.

Para o vaso de Gates, foi desenvolvida uma tecnologia que transforma os dejetos humanos em fertilizante. “Eles (os vasos sanitários inteligentes) recebem os dejetos líquidos e sólidos e fazem um trabalho químico, o que inclui ‘queimá-los’ na maioria dos casos”, detalhou em à agência de notícias Reuters.

Sobre Gates

Bill Gates é conhecido no mundo da inovação como um dos principais investidores nas pesquisas em ciência, saúde e tecnologia. Para isso, destina parte do seu patrimônio. O bilionário esteve por anos no topo da lista dos homens mais ricos do mundo, feita pela revista Forbes, mas atualmente ele ocupa a segunda posição, atrás apenas de Jeff Bezos, fundador e presidente da gigante Amazon.


FECHAR