publicidade
29/06/18
Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

São Paulo é o estado com melhor qualidade na Banda Larga do país, diz Pesquisa

29 / jun
Publicado por Ingrid Cordeiro em INTERNET às 14:50

Um estudo divulgado na quinta-feira (28) do Comitê Gestor de Internet de Qualidade (GCI.br) apontou as cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás e Paraná são as que tem mais qualidade no serviço de banda larga no país. Em Pernambuco, a qualidade  no serviço ficou dentro da média.

LEIA MAIS
» Senado aprova projeto que proíbe limite de franquia de banda larga fixa
» Só a banda larga fixa cresceu em 2016, afirma Anatel
» Contratos de banda larga fixa crescem 0,94% em março, diz Anatel

A pesquisa foi lançada em forma de livro e traz uma análise dos dados coletados por meio do Sistema de Medição de Tráfego de Internet (Simet), além de outras pesquisas realizadas pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br) entre 2013 e 2016.

FONTE: CGI.BR/NIC.BR, CENTRO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM TECNOLOGIA DE REDES E OPERAÇÕES
(CEPTRO.BR)

Segundo a análise dos resultados de velocidade e latência entre 2013 e 2016, São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás e Paraná foram os estados com as melhores avaliações. A pesquisa ainda chamou atenção para a diferença entre eles. No ano de 2016, São Paulo apresentou resultados de velocidade quase 5 vezes maior e de latência quase duas vezes menor do que o Pará, o que representa conexões com maior velocidade e mais estabilidade.

FONTE: CGI.BR/NIC.BR, CENTRO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM TECNOLOGIA DE REDES E OPERAÇÕES
(CEPTRO.BR)

Relatório também registrou aumento nas conexões móveis nas classes C, D e E

A pesquisa da Cetic também observou o comportamento das conexões móveis em domicílios. Entre 2013 e 2016 houve um crescimento das conexões móveis nos domicílios de classes C e, especialmente, D e E.

FONTE: CGI.BR/NIC.BR, CENTRO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM TECNOLOGIA DE REDES E OPERAÇÕES
(CEPTRO.BR)

“Os dados analisados nesta publicação, sob uma perspectiva da demanda e oferta, apontam que as políticas públicas devem buscar superar desigualdades”, comenta Alexandre Barbosa, gerente do Cetic.br

Para ver a pesquisa completa, acesse o e-book.


FECHAR