publicidade
15/04/17
Foto: Netflix/Divulgação
Foto: Netflix/Divulgação

[CCXP Recife 2017] – 13 Reasons Why reacende o debate sobre bullying

15 / abr
Publicado por Letícia Saturnino em CCXP Recife 2017 às 16:09

Por Karol Albuquerque

Sofrer bullying, e peço desde já perdão ao leitor por me colocar nesta matéria, é algo que marca independente do tempo que passe. Assim, com tantas vítimas de importunação contínua e com tantos outros chocados, a série da Netflix Os 13 Porquês (13 reasons why) vem chamando a atenção dos espectadores.

Na manhã deste sábado (15), três atores da série norte-americana, Christian Navarro (Tony), Alisha Boe (Jessica) e Brandon Flynn (Justin), baseada no livro homônimo ressaltaram o diálogo que se abre entre professores e alunos com a produção. “Descobri que professores estão mostrando aos alunos e fiquei feliz, porque ensina as crianças que não é um comportamento adequado”, disse Alisha.

Leia mais
Pais de vítimas e agressores devem ficar atentos aos sinais de bullying e agir

Victor Rodrigues e Soraya Lima
Victor Rodrigues e Soraya Lima

Soraya Lima, 25 anos, já leu o livro e assistiu à série. Como alguém que já sofreu bullying, ela recomenda. “Apesar de falarem que a série romantiza o suicidio, não vi dessa forma. Acho importante para quem está perdido buscar ajuda”, ressaltou. Durante as gravações, inclusive, os atores receberam auxílio psicológico.

Para Victor Rodrigues, 19 anos, 13 Reasons Why chama atenção por mostrar o que leva as pessoas a praticarem o bullying, com ou sem razão. “No começo, a série pode levar quem comete a refletir um pouco”, analisou, em contraponto à busca por ajuda.

O elenco do seriado avalia da mesma forma que o espectador. “As pessoas têm suas histórias individuais e quando veem isso no entretenimento, mesmo que não seja sua história, você registra algo”, concluiu Brandon Flynn.


FECHAR