publicidade
17/06/16
FCA E LIVE_ Foto_Ines Campelo_AG RV_JPG (3)
FCA E LIVE_ Foto_Ines Campelo_AG RV_JPG (3)

Fiat Chrysler e Centro de Informática da UFPE inauguram Laboratório de Inovação Veicular no Recife

17 / jun
Publicado por Renato Mota em INOVAÇÃO às 16:20

A Fiat Chrysler Automobiles (FCA) em parceria com o Centro de Informática da Universidade Federal de Pernambuco (CIn–UFPE) inaugurou nesta semana o Laboratório de Inovação Veicular – LIVE, com foco no desenvolvimento de softwares embarcados para os carros da marca. Alunos da graduação, pós, mestrado, doutorado e pesquisadores poderão gerar novos conceitos, criar protótipos e validar seus usos tanto em modelos digitais quanto físicos.

A previsão de investimentos na instalação do LIVE e nos projetos que serão realizados no laboratório é de R$ 6,6 milhões em quatros anos. Desse total, 60% serão financiados pelo BNDES e os recursos se enquadram nos benefícios para pesquisa e desenvolvimento do programa Inovar-Auto.

A estrutura, montada no edifício Iron House, na Cidade Universitária, será utilizada para realizar pesquisas aplicadas em tecnologia automotiva, de forma a gerar novos produtos e soluções, e contribuir para a capacitação de alunos e profissionais da universidade em todos os níveis. “Inovação de verdade se faz quando academia, governo e iniciativa privada de juntam. Por isso estamos fazendo essas parcerias com instituições de excelencia no mundo todo, e em Pernambuco não seria diferente”, explica Toshizaemon Noce, supervisor de Inovação da FCA.

FCA E LIVE_ Foto_Ines Campelo_AG RV_JPG (5)

O LIVE está focado no desenvolvimento de soluções inovadoras visando o carro do futuro. O uso de tecnologias de ponta associado a estudos de usabilidade dos condutores, nortearão as pesquisas feitas em parceria com a universidade. “Entendemos que eles são especialistas nisso, em fazer esse exercício de futurologia. A partir disso a montadora pode tornar esses conceitos realidade”, afirma Noce. Aspectos de cybersegurança e de internet das coisas estão presentes como pré-requisitos no desenvolvimento das soluções.

A equipe atual é composta por 16 pessoas entre professores, engenheiros, técnicos, estagiários, além de pesquisadores de graduação, mestrado e doutorado, com pesquisas totalmente direcionadas à área automotiva. “Na medida em que o projeto for ganhando maturidade, essas pesquisas serão intensificadas. Há dois anos estamos pensando nisso. Queremos um trabalho perene, para a parceria ser duradoura e criar uma cultura de desenvolvimento de inovação veicular dentro da academia”, lembra o executivo da FCA.

Antes de iniciar as atividades, a equipe do LIVE passou por um aprendizado intensivo em desenvolvimento de automóveis. A equipe de Arquitetura Eletroeletrônica da FCA desenhou um treinamento específico para o time do CIn-UFPE de forma a promover uma rápida imersão no mundo automotivo, iniciando pela concepção dos conceitos básicos, passando pelos detalhes técnicos de cada especificação, até o processo de fabricação.

Outra expectativa do âmbito acadêmico é que, a partir de parcerias como esta, vários trabalhos de graduação, dissertações de mestrado e teses de doutorado sejam frutos desse projeto de cooperação. A intenção é que tanto a empresa como a universidade tragam mais projetos para o laboratório, de forma a maximizar sua utilização, a geração de inovação no Brasil e o aprendizado dos bolsistas.

O acordo técnico entre FCA e o CIn-UFPE para instalação do LIVE tem duração total de quatro anos e foi firmado no ano passado. Nesse período, além de projetos exclusivos para a FCA, o laboratório poderá desenvolver outras pesquisas de comum interesse entre a empresa e a universidade, ampliando as possibilidades de geração de conhecimento e capacitação profissional.

A partir do acordo firmado para a instalação do Live, a UFPE passa a fazer parte da rede de inovação da FCA no Brasil, que trabalha em conjunto com os centros de pesquisa e desenvolvimento mantidos pelo grupo no país (Pernambuco e Betim), nos Estados Unidos e na Itália. “Nossa intenção é participar de projetos globais e gerar soluções que possam ser exportadas para outras unidades do grupo no mundo a partir do Brasil. Temos um grande desafio à frente, mas contamos com parcerias, profissionais e conhecimento acumulado no país para nos posicionarmos entre os principais centros de inovação do mundo”, conclui Noce.


FECHAR