publicidade
06/06/16
campus1
campus1

Vai ter Campus Party Recife em 2016 (mas não do jeito que você está acostumado)

06 / jun
Publicado por Renato Mota em Campus Party Recife às 14:17

Antes de mais nada, já para entrar no clima, dê play no vídeo abaixo:

Temos uma notícia boa e outra nem tanto, para quem estava na expectativa do anúncio da Campus Party Recife 2016. A boa é que teremos evento esse ano, pelo quinto consecutivo. A ruim é que não será do jeito que estávamos acostumados (ou esperávamos).

Principalmente por causa da crise econômica e pela falta de investimentos de peso no evento, Recife terá a primeira edição brasileira da Campus Party Weekend: um evento mais curto e com foco em conteúdo e networking. Serão só dois dias, 20 e 21 de agosto (um viradão), no Classic Hall, onde aconteceram as duas primeiras edições. Como diria o Comissário Gordon, “p%$#& que o p@#%, Batima! Eu não acredito em nenhuma palavra disso” “não é a Campus que o Recife merece, mas a que o Recife precisa”.

Anúncio da Campus Party Recife 2016, na sede da prefeitura. Olha eu em pé, no canto direito! Foto: Andrea Rego Barros/PCR
Anúncio da Campus Party Recife 2016, na sede da prefeitura. Olha eu em pé, no canto direito! Foto: Andrea Rego Barros/PCR

Os ingressos já estão à venda no site oficial do evento por R$ 65 (R$ 50 para os veteranos). Nada da programação foi divulgado ainda, mas as atrações devem aparecer nas próximas semanas, já que falta pouco mais de dois meses para a realização do evento. Serão quatro palcos (principal, inovação, ciência e empreendedorismo), além da área de workshops, desafios, educação digital, drones e robótica. Serão 3 mil campuseros na area e expectativa de 20 mil visitantes na open.

Falando em robótica, o evento também será palco da etapa regional da Olimpíada Brasileira de Robótica – que já conta com 1.117 inscritos de escolas de todo Estado. Ainda não foi confirmado, mas a Emprel deve manter também o hackathon que eles sempre promovem na Campus, o Hacker Cidadão. Também vai ter Startup & Makers, para dar aquela ajuda nos empreendedores locais de tecnologia.

Sobre a questão mais sensível, a grana, ainda não foi anunciado um grande patrocinador privado. Por enquanto, a Prefeitura do Recife é o principal parceiro do Instituto Campus Party na empreitada, com o governo do Estado prestando apoio institucional. Mas assim como as atrações, os patrocinadores devem surgir nos próximos dias, começando pelo pessoal que já apoiou outras edições.

Sobre o tamanho, o pessoal da Campus conta que não é a primeira vez que o evento é realizado em formato “weekend”. De acordo com Tonico Novaes, diretor-geral da Campus Party, esse tipo de feira foi realizada na Cidade do México com sucesso, e acontece pela primeira vez no País na capital pernambucana. “Assim como Recife foi a primeira cidade a receber uma segunda edição do evento, será a primeira brasileira a hospedar uma edição nesse formato. Poderá servir de piloto para realizarmos mais Campus assim em outras cidades”, explica.

De fato, existe precedente de outras Campus Party mais curtas. Brasília mesmo, que terá um evento full no ano que vem, vai realizar um Campus Party Day em novembro, com um dia só. Para o presidente do Instituto Campus Party, Francesco Farruggia, “é melhor ter um evento menor do que não ter nenhum”.

Em resumo, para os veteranos da CPRecife entenderem como vai ser a edição 2016, é mais fácil explicar com “nãos”:

NÃO vai ter camping, será um viradão de dois dias – 24 horas de conteúdo ininterrupto
NÃO vai ter internet via cabo, será tudo wi-fi
NÃO será no fim de julho, e sim em agosto
NÃO será no Centro de Convenções, mas na antiga casa, o Classic Hall
NÃO tem um patrocinador privado grande (nada de Telefónica/Vivo ou Telebrás e Tim, ainda…)

Francesco promete que NÃO vai faltar conteúdo de qualidade na CPRec2016 - Foto: Andrea Rego Barros/PCR
Francesco promete que NÃO vai faltar conteúdo de qualidade na CPRec2016 – Foto: Andrea Rego Barros/PCR

 


FECHAR
publicidade