publicidade
01/06/15

Conheça os tipos de lâmpadas e saiba qual a melhor opção para sua residência

01 / jun
Publicado por Eudes Belmiro em CONSUMO às 11:45

Barrinha-ConsumoEficiente

(Foto: Free Images)
(Foto: Free Images)

Que tipo de lâmpada devo usar em minha residência? Qual a melhor opção, diante de tantas que existem no mercado? Para ajudar os leitores a escolherem entre as LEDs, Incandescentes, Fluorescentes, Halógenas, Dicróicas e Mista, o MundoBit explica quais as principais diferenças entre estes tipos de lâmpadas e como ocorre o funcionamento delas.

LEDs: Quando o assunto é economia, as lâmpadas LED representam uma grande arma, visto que são uma opção com maior durabilidade, qualidade de iluminação e de economia no consumo de energia do que as já existentes no mercado. O MundoBit já falou sobre as LEDs. Leia mais sobre elas aqui.

Incandescentes: Ainda são muito comuns nas residências. Elas emitem luz a partir de um filamento incandescente, por isso são também conhecidas como lâmpadas de “de luz quente”. Têm uma eficiência luminosa muito baixa, da ordem de 12 lm/W. Seu custo é baixo, no entanto, sua vida útil também, cerca de 1.000 h. Em todo o Brasil estão perdendo espaço para as fluorescentes.

Fluorescentes: As campeãs de popularidade. Funcionam com um gás ionizado que emite radiação ultravioleta que, incidindo sobre uma camada fluorescente na superfície dos tubos de vidro, transforma-se em luz visível. Têm vida útil (cerca de 7.500 h) e custos maiores que as incandescentes. Todavia, sua eficiência luminosa é cinco vezes maior que a das incandescentes: superam os 70 lumen/ Watt. Têm uma cor fria, com reprodução de cores que deixa a desejar.

Halógenas: Possuem 25% a 40% de redução no consumo em relação às incandescentes. Além disso permitem uma perfeita reprodução de cores. Outra vantagem é que são bem compactas e podem fazer parte de projetos onde fiquem escondidas.

Dicróicas: É uma espécie de melhoria das halógenas por terem um refletor capaz de concentrar o facho luminoso e ao mesmo tempo dispersar parte do calor emitido. Têm vida útil de cerca de 3.000 h. É bom ter cuidado com queimaduras e também com exposição a tecidos e quadros, pois a luz pode desbotar as cores. Atenção: Possuem bocal específico.

Mista: Essas lâmpadas possuem algumas características de incandescentes e trazem tubo de descarga com alta pressão. Com tensão de 220 V, sem reator, elas emitem cerca de 25 lumen/W. Possui vida útil de cerca de 6.000 h. É ideal para substituir incandescentes de alta potência, com uso em jardins, galpões e quintais.


FECHAR