publicidade
08/10/14

No Recife para um evento, Nobel de Química foi surpreendido com o prêmio

08 / out
Publicado por Letícia Saturnino em CIÊNCIA às 14:45

Foto: Diego Nigro/JC Imagem.
Foto: Diego Nigro/JC Imagem.

O vencedor do Nobel de Química, o cientista norte-americano William Esco Moerner, estava no Recife quando recebeu a notícia do prêmio. “Estava tomando banho no quarto do hotel quando minha mulher me ligou”, disse com um enorme sorriso. Ele esteve na capital pernambucana para participar do 3º Workshop Internacional sobre Fundamentos da Interação Luz-Matéria, na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). As informações são de Renato Mota, do JC Online.

LEIA MAIS
Criadores do microscópio de alta resolução vencem Nobel de Química

Moerner dividiu o prêmio com outros dois cientistas, o norte-americano Eric Betzig e o alemão Stefan Hell. Eles ajudaram na criação do nanoscópio, que permite a observação de células vivas com uma resolução superioa a 0,2 micrômetros. “Com os métodos tradicionais, podíamos observar organismos microscópicos sem muita definição. Era como se estivessem desfocados, percebíamos mais os contornos. Nossa pesquisa permitiu ‘focar’ estes microorganismos e estudá-los com mais eficiência”.

Com formação em física e química, Moerner, 61 anos, tem passagens pela IBM, Universidade de Stanford e Universidade de Washington.

Foi na sua suíte no Recife Praia Hotel, no Pina, que o pesquisador soube que seu trabalho tinha sido agraciado com um dos mais importantes reconhecimentos da comunidade científica. Moerner deu uma palestra na noite dessa terça na Universidade Federal de Pernambuco e chegou a participar de outras atividades. A última exceção foi este último dia por conta da enorme repercussão que é receber um prêmio Nobel. [Com JC Online]


FECHAR