publicidade
03/04/14

Nasa rompe relações com agência espacial russa por causa da crise na Ucrânia

03 / abr
Publicado por Letícia Saturnino em CIÊNCIA às 15:23

Foto: Nasa/Divulgação.
Foto: Nasa/Divulgação.

O que era temido pela comunidade científica aconteceu: a Nasa (Agência Espacial Americana) suspendeu todos os programas de cooperação com a Agência Espacial Russa (Roscosmos). A única exceção é a Estação Espacial Internacional (ISS), que é mantida por um grupo de 13 países.

O comunicado emitido pela Nasa nesta quinta (3) diz que a decisão foi tomada por causa da crise envolvendo a anexação da Crimeia pela Rússia. Segundo a Nasa, as ações russas na Ucrânia violam a soberania do país.

Na prática, a partir de agora, funcionários da Nasa não poderão mais viajar para a Rússia ou hospedar cientistas e profissionais da agência espacial russa. Também estão proibidas teleconferências, troca de emails e qualquer tipo de comunicação.

Atualmente, a Nasa depende da nave Soyuz para viajar ao espaço. Uma fonte ouvida pelo site do canal Discovery afirmou que a agência paga ao governo russo cerca de 70 milhões por assento. A Nasa afirmou que está em busca de empresas privadas para enviar pessoas ao espaço. O plano é fechar parceria com alguma companhia até 2017.

“A escolha é entre financiar o plano de trazer os lançamentos espaciais de volta aos EUA ou seguir enviando milhões de dólares para os russos. É simples”, disse a Nasa. O comunicado foi encaminhado através de um email interno, mas depois confirmada por um comunicado oficial.

ISS

O trabalho da ISS é uma exceção. A Nasa e a Agência Russa seguirão juntas na manutenção da Estação Espacial. Os dois países lideram uma cooperação internacional para realizar experimentos científicos no espaço, o que deve durar até 2024, quando a estação será desativada.

O custo estimado é de 100 bilhões de dólares. Rússia e EUA compartilham laboratórios e até centros de comando em solo. As duas agências trabalham juntas desde o final da Guerra Fria, nos anos 1990. A maior parte dos projetos envolvendo a exploração espacial atualmente contam com colaborações de mais de um país, o que fez avançar as pesquisas.

Na semana passada, astronautas norte-americanos disseram que a relação com os russos era bastante amigável.

O fim da amizade entre Nasa e Roscosmos acende uma luz vermelha na tensão entre as duas potências. [Via Nasa, Público.Pt e CNN]


FECHAR