publicidade
22/09/13

Venda de tablets no Brasil cresceu 151%, com destaque para aparelhos baratos

22 / set
Publicado por Letícia Saturnino em CONSUMO às 10:03

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A venda de tablets no Brasil cresceu 151% no segundo semestre deste ano em relação ao mesmo período de 2012. As informações são da consultoria IDC. De abril a junho, foram comercializados 1,92 milhão de aparelhos, o que representa 35% do mercado de computadores. Os desktops, em queda contínua, fecharam com 27%.

Os dados mostram o crescimento cada vez maior dos tablets entre os dispositivos com laptops e computadores de mesa. A expectativa de vendas de tablets no mercado brasileiro em 2013 foi revisada para cima – estima-se que serão 7,2 milhões de unidades, 120% a mais do que o registrado em 2012. No final do primeiro trimestre, a projeção era de 5,9 milhões de unidades neste ano.

“O Brasil é um mercado em ascensão para os tablets, com grande parte dos usuários comprando seu primeiro dispositivo. Nosso mercado continua muito sensível a preços, e os tablets são acessíveis para o poder aquisitivo do consumidor brasileiro, representando uma opção viável de sistema para uso básico e acesso à Internet”, disse Pedro Hagge, analista da IDC, por email.

A popularização vem acontecendo por causa da cada vez maior oferta de aparelhos baratos. “Apesar do domínio dos equipamentos mais baratos, vale a pena salientar que os fabricantes estão fazendo investimentos para melhorar a qualidade e evitar a frustração dos consumidores. Em médio prazo, isso deve levar a uma elevação no preço médio dos tablets”, disse Hagge.

A fatia de equipamentos de baixo custo, com preço de até R$500, dominou as vendas no período, com 55% do total. O preço médio dos tablets caiu de R$968 no segundo trimestre de 2012 para R$628.


FECHAR