publicidade
12/07/12
tim
tim

Ministro diz que sanções contra Tim serão “último recurso”; ações da empresa caem

12 / jul
Publicado por Letícia Saturnino em MERCADO às 20:31


Montagem circula pelo Facebook faz críticas às recorrentes reclamações dos usuários (Reprodução)

Depois da declaração do Governo de que a Tim poderá receber sanções por causa da falta de investimentos para melhorias, as ações da empresa tiveram forte queda nesta quinta (12). O grande número de reclamações contra a operadora levou o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo a afirmar que as vendas de novos planos poderiam ser suspensas.

As ações da TIM recuavam 7,65 por cento às 16h35, a 9,78 reais, tendo perdido 8,1 por cento na mínima. O Ibovespa exibia leve desvalorização de 0,08 por cento, segundo informações da Reuters.

Em comunicado, a TIM disse que vem “cumprindo e segue rigorosamente as orientações” da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) sobre qualidade. Mais tarde, nesta quinta, Bernardo voltou a falar sobre o assunto. Ele disse que as sanções seriam “um último recurso”.

Ainda que não tenha dado um prazo, o ministro disse que a operadora deve acelerar seus investimentos para melhorar a infraestrutura. “Vamos procurar assinar um termo de compromisso com a companhia, na Agência Nacional de Telecomunicações”, prometeu. A Tim já sofreu proibições de venda de novos chips no Ceará e em Pernambuco entre 2011 e 2012. [Com informações da Reuters e Info]


FECHAR