01
nov

A inesquecível (e passageira) Duna do por do sol de Jericoacoara

01 / nov
Publicado por Leonardo Vasconcelos às 7:26

Duna do Por do Sol
Gustavo Pellizon / Secretaria de Turismo do Ceará / Divulgação

(OBS: O #BlogMochileo visitou Jeri antes da pandemia)

Um dos pores do sol mais desejados e famosos do Nordeste. Trata-se de um imenso banco de areia em Jericoacoara, no Ceará, que não foi batizado à toa: Duna do por do sol. É pra lá que centenas de dezenas de pessoas que visitam a vila se dirigem diariamente a cada fim de tarde, como uma peregrinação, para admirar os últimos raios solares. O crepúsculo no local já virou ponto turístico e faz parte da programação de qualquer turista que vá visitar o local.

 

 

Leia mais:

O tempo passa e Jericoacoara continua linda

Lado Leste de Jericoacoara com tranquilidade e contemplação

Lado Oeste de Jericoacoara com adrenalina e diversão

Lagoa do Paraíso: onde ficar, comer e beber

O espetáculo do entardecer na Pedra Furada de Jericoacoara

Conhecer Jericoacoara com a adrenalina de um quadriciclo

A tranquila e radical Lagoa de Tatajuba

 

 

Duna do Por do Sol
Foto: Mtur Destinos / Divulgação

 

A duna do por do sol é tão famosa que é comum as pessoas se dirigirem para lá ainda no meio da tarde para garantir um bom local para assistir o espetáculo da natureza. Quando o fim de tarde vai chegando a área fica lotada de pessoas, mas nada que atrapalhe muito o momento de introspecção de despedir de mais um dia. As pessoas ficam lado a lado no camarote de areia vendo o sol mergulhar no mar, tingindo o horizonre de várias cores vivas, para deleite do grande público.

 

 

O #BlogMochileo visitou Jericoacoara em duas oportunidades, em 2017 e 2019, e mesmo em um período tão curto notou o que os antigos moradores da vila tanto falam: a diminuição e o afastamento da duna. Um fenônomeno natural, mas também potencializada pela ação do homem. De acordo com o Departamento de Geografia da Universidade Federal do Ceará (UFC), com a ação dos ventos e do mar o antes imenso bloco de areia vem diminuindo e a constante circulação de pessoas também interfere. Em apenas dois anos foi possível notar nitidamente que a duna está menor e mais afastada do mar. Ou seja, se você ainda quer ter essa experiência de curtir a famosa duna do por do sol é bom se apressar.

 

*O #BlogMochileo fez os passeios com a agência Jeri Férias

 

REDES SOCIAIS:

 

 

*Acompanhe o @blogmochileo também pelo Instagram, Twitter, Facebook e Youtube.


Veja também