06
set

Lado Leste de Jericoacoara com tranquilidade e contemplação

06 / set
Publicado por Leonardo Vasconcelos às 7:25

Gustavo Pellizon / Secretaria de Turismo do Ceará / Divulgação

(OBS: O #BlogMochileo viajou para Jeri antes da pandemia)

O lado leste de Jericoacoara, no Ceará, é marcado pela tranquilidade e contemplação. Se prepare para relaxar em redes em lagoas paradisíacas, reverenciar a preguiça em uma árvore com o mesmo nome e curtir um fim de tarde mágico a partir de um furo em uma pedra. O roteiro é normalmente feito das 9h até às 17h, de buggy ou jardineira. O #BlogMochileo fez todos os passeios em Jericoacoara com a agência Jeri Férias

 

 

A ordem das atrações e o tempo em cada uma varia muito de acordo com o gosto do turista. Todavia geralmente o passeio começa com as lagoas. Antes mesmo de chegar nas famosas Azul e do Paraíso ás vezes é feita uma parada no caminho na Lagoa do Amâncio (dependendo da época do ano e das chuvas anteriores ela fica bem melhor que as outras).

 

 

Leia mais:

O charme da Copacabana da Bolívia

O mágico Vale do Catimbau

A calmaria e a beleza da Ilha de Santo Aleixo em Sirinhaém

A beleza escondida de Serra Negra em Bezerros

 

 

O nome da Lagoa do Paraíso já a define bem. Uma tranquilidade confortavelmente desfrutada no balanço da rede na água ou em espreguiçadeiras dos restaurantes das margens (alguns com mega estruturas como o badalado Alchymist Beach Club).

 

 

Em outros pontos da lagoa é possível realizar atividades como caiaque, Stand-UP Paddle e até o divertido “esqui-bucho” com uma jangada lhe puxando em uma bóia. A Lagoa Azul também faz jus ao nome e é linda.

 

 

A próxima parada é na Praia do Preá para ver a curiosa Árvore da Preguiça que foi assim batizada por ter seus imensos galhos deitados devido à ação do vento.

 

 

É incrível a forma que ela ganhou e como até hoje continua crescendo na mesma posição.

 

 

O último destino, Pedra Furada, devido à caminhada de pouco mais de dois quilômetros até ele, é tratado por alguns como opcional, mas para o #BlogMochileo é essencial.

 

 

Inclusive a dica é deixar para ser feito no final, quando a tarde estiver se despdindo. Em recompensadores 40 minutos de caminhada se chega até um dos principais cartões-postais de Jeri.

 

 

Por volta do mês de julho, o sol se póe exatamente no furo. Mas independentemente da época da visita, é de se renovar a alma assistir este grande espetáculo da natureza.

 

 

REDES SOCIAIS:

 

 

*Acompanhe o @blogmochileo também pelo Instagram, Twitter, Facebook e Youtube.


Veja também