29
dez

O fervedouro de belezas do Jalapão

29 / dez
Publicado por Leonardo Vasconcelos às 8:33

Jalapão
Foto: Leonardo Vasconcelos / @BlogMochileo

 

O “deserto das águas” lhe convida. E é difícil resistir. Encravado no meio do cerrado do Tocantins, mais parece uma miragem, porém não é ilusão. É Jalapão! O nome vem da planta jalapa que tem várias propriedades medicinais. Santo remédio (para o corpo e, principalmente, alma). São 34 mil km² de serras gigantescas, dunas alaranjadas, rios majestosos, lagoas deslumbrantes e cachoeiras com água verde esmeralda. Mas as principais atrações são os famosos fervedouros. São diversas nascentes de águas cristalinas que brotam da terra e com a pressão fazem os turistas flutuarem em outra dimensão. Impossível afundar. E não se apaixonar. Bem-vindos ao Jalapão.

 

Leia mais:

O inesquecível sobrevoo nos Lençóis Maranhenses

A radical e bela Canoa Quebrada

Petrolândia, a Atlântida Brasileira

Os deslumbrantes poços da Chapada Diamantina: Poço Encantado e Azul

A beleza escondida de Serra Negra em Bezerros

 

 

Embarcamos nesta aventura com a Cerrado Dourado, uma das mais importantes e bem avaliadas agências da região, em um roteiro completo de seis dias com todas as grandes atrações do Jalapão. Passamos pelas principais cachoeiras como a do Formiga e da Velha, onde nesta última fizemos um radical rafting. Também fizemos um desafiante trekking (equivalente a um prédio de 80 andares) até a Serra do Espírito Santo para ver o nascer do sol. Já o entardecer foi admirado de lindos pontos como a Pedra Furada e as Dunas do Jalapão. Em relação aos famosos fervedouros, nos deliciamos em sete: Buriti, Rio Sono, Ceiça, Macaubas, Bela Vista, Alecrim e Encontro das Águas.

 

 

O roteiro incluiu também a conhecida Lagoa do Japonês, que apesar de ficar fora da área do Parque Estadual do Jalapão, já foi agregada ao roteiro dele pela beleza ímpar. Nos próximos dias você conhecer mais a fundo cada estes atrativos com matérias específicas sobre cada um, com fotos, vídeos e a experiência proporcionada por eles.

 

 

O Parque Estadual do Jalapão é bem novo e completou a sua maioridade no início deste ano. No dia 12 de janeiro, fez 18 anos atraindo cada vez mais pessoas. De acordo com o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), ele registrou mais de 32 mil visitantes no ano passado, ultrapassando a soma de 12 mil a mais que em 2017. Em 2019 a tendência é que continue aumentando ainda mais. Impossível não ter o interesse despertado por uma região tão rica e linda.

 

 

As gravações recentes de telenovelas, séries e reallity shows no local contribuiu ainda mais para a sua divulgação. O parque pertence à categoria de Unidades de Conservação de Proteção Integral do Estado do Tocantins. Seus mais de 158 mil hectares de área se estendem pelo município de Mateiros, fazendo divisas com os municípios de Ponte Alta do Tocantins, São Felix do Tocantins e Novo Acordo.

 

 

Apesar de já ser considerado um dos melhores destinos do Brasil para os amantes do ecoturismo, o Jalapão ainda está sendo descoberto aos poucos pelos viajantes. O difícil acesso é um fato (mas que não chega a ser empecilho). Ele fica a mais de 300 quilômetros da capital Palmas e algumas atrações ficam relativamente distante uma das outras, exigindo uma certa dose de paciência e tempo em estradas de terra esburacadas. Justamente por ficar um pouco escondido, este paraíso ainda se encontra preservado. No entanto, todos os obstáculos, são facilmente vencidos e naturalmente recompensados quando se mergulha em um fervedouro e se deixa transbordar a alegria de conhecer o tal Jalapão.

 

REDES SOCIAIS:

 

 

*Acompanhe o @blogmochileo também pelo Instagram, Twitter, Facebook e Youtube.


Veja também