06
abr

A Trilha do Serrote mostra a história de Petrolândia

06 / abr
Publicado por Leonardo Vasconcelos às 7:56

Foto: Vem de Andada / Divulgação

 

Se Petrolândia já é bonita de baixo, imagina do alto? O #BlogMochileo não ficou só na imaginação e topou o desafio de fazer o trilha até o topo do Serrote do Padre para ter uma ampla e linda visão da antiga parte da cidade inundada pelo Lago de Itaparica. O trekking tem pouco mais de uma hora de duração e é composto aproximadamente de um trecho de 2 quilômetros em terreno plano e 800 metros de subida. Ele também é um passeio pela história do município, dividida pela água entre passado e presente.

 

 

Leia mais:

Petrolândia, a Atlântida Brasileira

A Trilha do Serrote mostra a história de Petrolândia

O mágico Vale do Catimbau

A calmaria e a beleza da Ilha de Santo Aleixo em Sirinhaém

A beleza da Coroa do Avião em Igarassu

 

 

 

A caminhada tem início no meio da tarde (por conta do calor intenso) na comunidade de Brejinho de Fora e continua em uma estrada de terra pela caatinga. Em cerca de meia hora se chega ao monte, cuja nome tem origem em uma história curiosa, pra não dizer trágica.

 

 

“Ninguém sabe ao certo se é lenda ou caso verídico, mas contam que o lugar recebeu este nome porque um padre teria tido um caso com uma moça da cidade e quando foram descobertos fugiram pra cá. Eles acabaram sendo pegos e os corpos foram queimados e jogados em uma gruta que fica embaixo desta serra”, explicou o guia de turismo da cidade Juliano Vans. Na mesma área foi encontrado um sítio arqueológico, onde dizem que existia um cemitério indígena da tribo Pankararu.

 

 

 

Durante a subida, há várias providenciais paradas para descanso e tirar fotos nos mirantes naturais do caminho. Quando o crepúsculo vai se desenhando no horizonte se atinge o tipo do serrote, onde existe um cruzeiro, com uma vista linda do imenso lago abaixo alaranjado pelo fim de tarde. “Este final da trilha compensa todo o esforço porque a vista é simplesmente maravilhosa, ainda mais sabendo tudo que a cidade passou com a inundação. O visual fica ainda mais rico de beleza e história”, comentou a estudante Flávia Ramalho.

 

 

Sem contar que antes da trilha os turistas são recepcionados por um grupo de coco da cidade. As boas vindas em Petrolândia misturam música, cultura e tradição.

 

 

 

REDES SOCIAIS:

 

 

*Acompanhe o @blogmochileo também pelo Instagram, Twitter, Facebook e Youtube.


Veja também