09
set

A beleza escondida de Serra Negra em Bezerros

09 / set
Publicado por Leonardo Vasconcelos às 7:35

Serra Negra
Imagem: Jucelino Luiz

 

Um pequeno e tranquilo povoado escondido em uma serra. Na verdade, não tão escondido assim. Ao longo dos anos, cada vez mais as pessoas estão descobrindo as belezas de Serra Negra, distrito de Bezerros, no Agreste do Estado, a 104 quilômetros do Recife. Para chegar nela é preciso literalmente subir a serra já que a mesma fica distante nove quilômetros do centro do município. Os mais de mil metros de altitude garantem a temperatura amena que chega a atingir até 8 ºC. O frio e o sossego, todavia, não são os únicos atrativos do povoado de aproximadamente dois mil habitantes. Os amantes da aventura, como o #blogmochileo, também procuram o lugar pelas diversas trilhas, grutas e mirantes que aliam atividades físicas em harmonia com uma exuberante natureza.

 

 

 

Leia mais: 

Um passeio pelo Parque Ecológico de Serra Negra

Explorando a Caverna do Deda de Serra Negra

As riquezas do Sítio da Pedra Solta em Serra Negra

Onde comer e se hospedar em Serra Negra

 

 

São oferecidas basicamente três trilhas: Parque Ecológico, Caverna do Deda e Mata Vertentes. Elas têm extensões, atrações e níveis de dificuldade bem diferentes. Nos roteiros você conhece pontos turísticos curiosos como a Pedra Cortada, Gruta do Amor, Porta do Vento e Pau Santo Casamenteiro, entre diversos outros. Além das trilhas, vale muito a pena a visita ao Sítio da Pedra Solta para fazer um passeio pelos atrativos, além de conhecer o simpático seu João Bosco e ouvir as poesias da Dona Maria da Paz (veja os detalhes dos principais roteiros ao lado).

 

 

Antes ou depois das trilhas não deixe de conhecer o Polo Cultural de Serra Negra. No local existe um centro de informações turísticas, onde é possível comprar artigos como máscaras de papangu, personagem símbolo do carnaval de Bezerros. Mas o espaço mais conhecido do polo é mesmo o mirante que conta com um anfiteatro. De lá se tem uma linda vista panorâmica da região com seus marcantes afloramentos rochosos. A professora recifense Mercês Santos, de 67 anos, foi conhecer o local e se impressionou. “É a primeira vez que estou aqui e me sinto encantada com tanta beleza reunida e ainda com esse friozinho gostoso. É um pedaço do paraíso em cima de uma serra”, disse.

 

 

 

Quando o fim de tarde chegar basta escolher o melhor ponto para curtir o pôr do sol. Acredite, são tantas opções para admirar o entardecer que o bom mesmo é ficar mais de um dia para apreciar a paisagem de ângulos diferentes. Depois, para espantar o frio da noite, nada melhor do que aproveitar um bom forró pé de serra em plena serra. Dezenas de pessoas se esquentam dançando no meio da rua ao som da sanfona, zabumba e triângulo. Depois de um dia inteiro de mistura de emoções e temperaturas você será mais um a ter descoberto as belezas de Serra Negra que, não à toa, cada vez mais deixa de ficar escondida.

 

 

REDES SOCIAIS:

 

 

*Acompanhe o @blogmochileo também pelo Instagram, Twitter, Facebook e Youtube.


Veja também