publicidade
04/05/21
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Quase 10 dias após ser flagrado sem máscara em shopping, Pazuello alega contato com infectados por covid e diz que não vai depor em CPI

04 / maio
Publicado por José Matheus Santos em Notícias às 10:54

O ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, comunicou à CPI da Covid-19 do Senado que não deve comparecer presencialmente ao seu depoimento, marcado para esta quarta-feira (05).

A informação foi confirmada de forma extraoficial pelo presidente da comissão, senador Omar Aziz (PSD-AM), durante a sessão do colegiado nesta terça-feira.

Segundo o vice-presidente da CPI, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), disse ao jornal “O Globo”, Pazuello alega que teve contato com pessoas com suspeita de covid e, por isso, não pode comparecer ao Senado.

No dia 25 de abril, Eduardo Pazuello foi flagrado sem máscara circulando por um shopping de Manaus (AM).

Por meio de assessoria, na ocasiçao, Pazuello afirmou que, como sua máscara descartável ficou inutilizada, ele solicitou entrada para adquirir uma nova. O ex-ministro pediu desculpas pelo acontecido e disse que “o correto era ter voltado e não ter entrado no shopping”.

Em nota, o Manauara Shopping confirmou que o ex-ministro ingressou no estabelecimento sem máscara, “mas com a orientação de se dirigir a um quiosque próximo para adquiri-la de imediato”. Ainda segundo o texto, o ex-ministro adquiriu a máscara e permaneceu com ela enquanto ficou dentro do shopping.

A CPI, que se reúne nesta terça para as oitivas dos ex-ministros da Saúde Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich, deve deliberar em breve sobre como proceder diante do comunicado de Pazuello.

Pazuello já foi contaminado pela covid-19 e ficou afastado do Ministério da Saúde no período de recuperação. A contaminação anterior não exclui o risco de uma nova infecção pela doença.


FECHAR