publicidade
04/05/21

CPI da Pandemia quer investigar médicos que prescreveram cloroquina

04 / maio
Publicado por jamildo em Notícias às 15:15

Omar Aziz, presidente da CPI, diz que comissão vai investigar casos de pacientes vítimas de efeitos colaterais após tratamento precoce.

Senador disse que quer denunciar médicos responsáveis ao Conselho Federal de Medicina (CFM).

Mandetta falou em exploração antiética, ao afirmar que muitos médicos estariam receitando e ganhando R$ 100 mil por mês, mesmo sabendo que “85% das pessoas iriam ter sintomas leves e se curar de todo modo”. Ele disse que o problema é que muitos tem problemas do coração e podem sofrer aritimia e morrer.

Segundo o ex-ministro, governo sabia que fazia propaganda de remédios sem prova científica. Em resposta a Otto Alencar (PSD-BA), ex-ministro contou ter explicado ao Planalto que não havia estudos a favor de tratamento precoce.

Segundo Mandetta, governo sabia que fazia propaganda de remédios sem prova científica. Em resposta a Otto Alencar (PSD-BA), ex-ministro contou ter explicado ao Planalto que não havia estudos a favor de tratamento precoce.

Mandetta disse que o pior de tudo foi se perder o vínculo com as pessoas, para uma comunicação mais eficiente e tratamento da doença.

Mandetta disse que tratamento precoce fez idosos “sofrerem em dobro”, por medo da doença e efeitos colaterais. Para ele, médicos foram irresponsáveis: “Muita gente tropeçou no destino porque o princípio da cautela foi rompido”.

Um dos assuntos tratados com o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta durante sua audiência na CPI da Pandemia, nesta terça-feira (4), foi a compra de respiradores no início do ano passado. Mandetta explicou que o ministério agiu em favor da indústria nacional, mas não havia como impedir a disputa pelas peças entre os estados.

Marcos Rogério (DEM-RO) questionou a indicação de medicamentos de forma genérica. Para Mandetta, como não há remédio específico para a covid-19, com indicação em bula, é preciso atenção à orientação científica.

Com agência Senado


FECHAR