publicidade
15/04/21
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Sem crise na pandemia, Câmara de Vereadores do Recife inicia abril com reserva financeira de R$ 49 milhões em caixa

15 / abr
Publicado por jamildo em Notícias às 16:00

Sem alarde, o Diário Oficial divulgou o balancete financeiro da Câmara de Vereadores do Recife do mês de março de 2021.

Segundo o documento oficial, a Câmara do Recife terminou o março deste ano com R$ 49 milhões em caixa, mesmo após pagar todas as suas despesas.

A informação foi publicada oficialmente em 14 de abril.

Sobra dinheiro na Câmara do Recife. Contas da Casa mais próxima da população divergem da crise que vive o povo

O valor “sobrou” no caixa dos vereadores, mesmo após efetuarem todas as despesas orçamentárias de R$ 12 milhões em março.

Segundo uma fonte no órgão, sob reserva, a Câmara “não quis” usar este dinheiro para ajudar a população no enfrentamento do coronavírus.

“Espanta que a Câmara tenha este dinheiro em caixa e não tenha feito nenhuma ação para ajuda nos problemas do coronavírus na cidade. Com o fechamento das sessões presenciais, houve um salto na economia com recursos de custeio, surpreendendo que a Câmara tenha R$ 49 milhões em caixa”, explica uma fonte do blog, sob reserva.

A Câmara do Recife tem 39 vereadores.

O orçamento de 2021 ultrapassa R$ 160 milhões apenas para manter a Câmara.

Os saldos positivos da Câmara Municipal têm gerado “uma economia” de recursos. O montante já alcançou quase R$ 50 milhões segundo o balancete.

“O valor é metade dos R$ 100 milhões da obra para acabar com os alagamentos no IPSEP, que João Campos disse esta semana na TV que não tem dinheiro”, lembra um oposicionista, sob reserva de fonte.

Segundo vereadores, sob reserva de fonte, a Câmara Municipal tem “economizado” para comprar uma nova sede, que dê “conforto” aos vereadores e assessores.

OUTROS GASTOS

Os parlamentares estão “insatisfeitos” com as atuais acomodações da Casa.

Já tentaram, em 2018, comprar um hotel por R$ 12 milhões. A compra foi cancelada pela própria Câmara após os donos do imóvel mandarem uma carta ao Blog de Jamildo, negando que sequer soubessem da compra do prédio de sua propriedade. O cancelamento ocorreu após a gestão anterior da Câmara de Vereadores publicar o nome do casal de proprietários no Diário Oficial e garantir em nota oficial que estava tudo regular na compra.

Desde este episódio do hotel, vereadores informam que a Casa busca uma “nova sede” na área do Centro do Recife.

Já em dezembro de 2020, a Câmara do Recife se comprometeu a não fazer despesas com uma “festa” de posse dos novos vereadores. A licitação previa até gastos com flores raras, no total de R$ 132 mil.

Na ocasição, o Ministério Público de Contas de Pernambuco (MPCO) enviou uma recomendação para serem cortadosos gastos supérfluos na posse. A mesa diretora, ainda em dezembro, disse que ira acatar a recomendação do órgão de controle.

A posse acabou restrita apenas aos vereadores e um convidado por mandato.


FECHAR