publicidade
15/04/21

Arco Metropolitano. Estado desmente fórum de Aldeia e diz que estuda traçado alternativo

15 / abr
Publicado por jamildo em Notícias às 10:40

O Governo do Estado fez uma nota de posicionamento sobre o trecho norte do Arco Metropolitano em referência aos recentes comentários sobre o traçado dessa etapa do projeto.

Veja a nota oficial enviada ao blog, nesta quinta

Em referência aos questionamentos levantados sobre o projeto do Trecho Norte do Arco Metropolitano, que vai da BR-408, em Paudalho até a BR-101 Norte, em Goiana, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos (Seinfra), destaca que não há nenhum interesse por parte do poder público em utilizar o traçado apresentado no projeto de 2014.

Ao contrário do que afirma o Fórum Socioambiental de Aldeia, a licitação atualmente em andamento pela Agência de Desenvolvimento de Pernambuco (AD Diper) prevê a elaboração de alternativas de um novo traçado, conforme explicado em edital.

Portanto, reitera-se que não existe trajeto definido.

O certame em questão trata da contratação de empresa especializada para a elaboração de estudos de impactos socioeconômicos e ambientais (EIA-RIMA), anteprojeto de engenharia e plano de desenvolvimento territorial, ou seja, é uma etapa voltada para analisar as alternativas mais viáveis e que congreguem as necessidades técnicas, ambientais, econômicas, bem como os anseios da sociedade.

Vale ressaltar, ainda, que, apenas para fins de cumprimento de exigência técnica e legal para publicação do edital de contratação dos estudos, houve a indicação de um traçado referencial, mas, reforça-se, que a contratação objetiva a elaboração de alternativas.

Nesse sentido, a pasta assegura que todas as normas e condicionantes ambientais estão sendo cuidadosamente observadas e que a proposta a ser desenvolvida deverá considerar os estudos de impacto ambiental e estar de acordo com as exigências da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH).

Concluídos os estudos e antes da elaboração do projeto detalhado do trecho Norte, será realizada uma série de debates com representantes de órgãos de controle, sindicatos, universidades, associações e integrantes da sociedade civil em geral.

A meta é buscar alternativas e soluções em conjunto, a fim de definir o melhor traçado para o Arco, garantindo a devida sustentabilidade.

O Arco Metropolitano é uma obra estratégica para a melhoria da infraestrutura logística, contribuindo para o desenvolvimento econômico e social do Estado, a partir da melhoria da qualidade no transporte coletivo e do incremento no escoamento da produção.

É um investimento que busca, ainda, auxiliar no ordenamento da crescente ocupação da Região Metropolitana do Recife. Sendo assim, a Seinfra reitera o objetivo do Governo do Estado de garantir mais uma obra estruturadora, buscando sempre as alternativas que consigam conciliar o desenvolvimento com a preservação do meio ambiente.


FECHAR